Brasil

Clube inglês se aproxima de Carlos Miguel e Corinthians perderá dois goleiros em menos de um mês

Goleiro pode ter feito sua última partida pelo Corinthians diante do São Paulo neste domingo (16)

Carlos Miguel não deve jogar mais pelo Corinthians em 2024. Segundo informações do jornalista Fabrizio Romano em sua conta no X, o Nottingham Forest aguarda apenas pelos exames médicos do jogador para fechar o negócio. 

O goleiro levou o cartão amarelo no clássico diante do São Paulo, e não já não joga contra o Internacional na próxima quarta-feira, às 21h30, em Santa Catarina.

No último dia cinco de junho, o clube inglês já havia manifestado o desejo de fazer o pagamento da multa rescisória do goleiro por meio de um documento enviado ao Corinthians.

O empresário Kia Joorabchian, o mesmo que já trabalhou no Parque São Jorge no início dos anos 2000, apresentou a proposta do clube inglês.

A multa de Carlos Miguel era de apenas quatro milhões de euros (R$ 23,2 milhões de reais). O curioso é que o contrato do atleta contava com uma clausúla que reduzia o montante, já que o valor era de 50 milhões de euros (R$ 290 milhões de reais) antes da virada do ano.

O montante foi reduzido substancialmente por uma exigência do empresário do atleta, acordo aceito pela antiga diretoria corintiana, comandada por Duílio Monteiro Alves.

Com a confirmação do negócio, o Corinthians, dono de 80% dos direitos econômicos de Carlos Miguel, deve ficar com R$ 18,4 milhões de reais com a venda do goleiro.

O valor da multa rescisória de Carlos Miguel deve cair nas contas corintianas a partir da abertura da janela de transferências no Brasil, no próximo dia 10 de julho.

Presidente do Corinthians negou ter recebido proposta por Carlos Miguel

Na última segunda-feira (12), Augusto Melo, presidente do Corinthians, chegou a dizer em entrevista coletiva que não havia recebido uma proposta sequer por Carlos Miguel. 

No entanto, conforme mostra o documento abaixo, o clube paulista já havia recebido a proposta do Nottingham Forest uma semana antes, em documento enviado por Kia.

Nottingham Forest
Nottingham Forest enviou documento manifestando interesse em Carlos Miguel no dia cinco de junho. Foto: Reprodução

No comunicado, o clube inglês manifestou seu desejo de pagar o valor da multa rescisória do goleiro. Augusto Melo ainda não se manifestou após a publicização do documento.

Carlos Miguel se destacou em 2024, e era considerado o substituto ideal para Cássio, que deixou o alvinegro para ir ao Cruzeiro. O goleiro de 25 anos disputou 24 jogos nesta temporada.

Neste domingo, contra o São Paulo, o goleiro teve grande atuação, com uma defesa milagrosa no segundo tempo do clássico, ajudando a manter o empate por 2 a 2 em Itaquera.

Corinthians define substituto para goleiro

Carlos Miguel chegou ao time do Corinthians em 2021, vindo do Internacional. Ao assumir o posto de titular do time paulista, o goleiro chamou a atenção do futebol inglês.

Além do Nottingham Forest, o West Ham era outro time da Premier League que tinha interesse no jogador. Com 2,04 metros de altura, o jogador chama atenção pela envergadura, reflexos e rapidez para defender sua meta.

Com a eminente saída de Carlos Miguel, o Corinthians tem em seu elenco os jovens goleiros Matheus Donelli, de 22 anos, e Matheus Roger, 19 anos, como opções para a posição em seu elenco.

A diretoria alvinegra trabalha nos bastidores em busca de um novo goleiro titular para equipe, e segundo informações do portal Meu Timão, o nome de Santos, ex-Athletico Paranaense e Flamengo, é um dos alvos monitorados.

Reserva no Fortaleza, o goleiro é o principal candidato do Corinthians para a próxima janela de transferências. Campeão da Copa do Brasil em 2019 pelo Furacão, o jogador também conquistou a medalha de ouro nas Olimpíadas de Tóquio.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo