Brasileirão Série A

Zubeldía revela qual é a chave para o sucesso imediato no São Paulo

Técnico valoriza frieza de sua equipe para se manter fiel aos princípios de jogo e buscar virada sobre o Fluminense

Luis Zubeldía assumiu o São Paulo em meio a uma severa turbulência, e seis jogos mais tarde conduz a equipe a sua maior invencibilidade na temporada. O sucesso foi — e é — imediato, mesmo que o treinador evite usar superlativos para falar de sua equipe e dos resultados alcançados até agora. Mas o argentino não se furta de explicar quais são os pilares de seu início de trabalho assim tão promissor pelo Tricolor.

Em entrevista coletiva após a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, nesta segunda-feira (13), no MorumBIS, o treinador afirmou que a chave para conquistar vitórias está em se manter fiel aos princípios mesmo em momentos adversos da partida. Foi assim, por exemplo, que o Tricolor construiu três viradas sob o comando do treinador. Além do triunfo sobre o Flu, a equipe saiu atrás e buscou resultados positivos contra o Águia de Marabá e o Cobresal — ambas, por 3 a 1.

— É muito importante independentemente do resultado parcial, como foi na Libertadores, na Copa do Brasil. Como foi hoje aqui. Sustentar os princípios de jogo. Independentemente do resultado parcial. Aí está a chave para poder reverter um resultado. É certo que nos três jogos que demos a volta no resultado foi imediatamente. Mas eu quero pensar e é o que eu transmito para os jogadores que os princípios de jogo são o nosso pilar. No final do caminho, acreditar nesses princípios de jogo nos levam a sustentar uma ideia independentemente do resultado parcial. Viramos mais uma vez, ganhamos bem e sobretudo ganhar diante do nosso torcedor — disse o treinador.

Técnico explica como o São Paulo venceu o Fluminense

Luis Zubeldía usou seis times diferentes nos seis jogos em que comandou o São Paulo na temporada. Mesmo que prefira repetir uma formação titular o máximo possível, o treinador se viu obrigado a rodar o elenco para suportar a maratona de jogos que o calendário lhe reservou no início de trabalho. Para enfrentar o Fluminense, o argentino tratou de adaptar a equipe ao estilo de jogo do adversário.

— Eu não gosto de mudar muito os jogadores. Trato de mudar poucos jogadores, mas é inevitável rodar o elenco nesse contexto. Nessa rotação de jogadores, o que entra não é igual ao que sai. Então pode mudar um pouco a organização tática. O setor do campo que ele pode ocupar. Eu trato de trabalhar muito os princípios de jogo. Com a bola, é usar alguns princípios de jogo e ocupar espaço em relação à característica dos meus jogadores. E um pouco o que o oponente pode oferecer. Sabíamos que o Fluminense, pela esquerda dele, poderíamos botar Erick, ou Silva, ou Rato, de perna invertida, para que tenha campo aberto para o lado esquerdo. Juan e Luciano dão profundidade pelo centro. Em relação ao nosso princípio de jogo, saímos a fazer o jogo. O rival me dá um contexto. É o que faço — explicou o argentino.

Lucas deve voltar contra o Barcelona-EQU

O treinador deve contar com o retorno de Lucas Moura contra o Barcelona-EQU na próxima quinta-feira (16), às 21h (horário de Brasília), no MorumBIS, pela Libertadores. O meia-atacante está recuperado de lesão muscular e já retomou os treinamentos com o grupo.

— Está bem. Está treinando bem. Fez três treinamentos com a equipe. O de amanhã (terça) será o quarto. O de quarta seria o quinto. Acho que pode estar disponível para o jogo de quinta-feira — disse o treinador.

> Os próximos três jogos do São Paulo:

  • São Paulo x Barcelona-EQU — Libertadores — quinta-feira, 16 de maio, às 21h (horário de Brasília) — Transmissão: ESPN (TV fechada) e Star + (streaming);
  • São Paulo x Cruzeiro — Brasileirão — segunda-feira, 20 de maio, às 20h (horário de Brasília) — Transmissão: SporTV (TV fechada) e Premiere (TV por assinatura);
  • São Paulo x Águia de Marabá – Copa do Brasil — quinta-feira, 23 de maio, às 21h30 (horário de Brasília) — Transmissão: Amazon Prime (Streaming).
Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo