Brasileirão Série A

Novela Suárez causa desgaste nos bastidores e incomoda até Renato no Grêmio

Uruguaio sugere acordo para a saída e impasse com a direção afeta o ambiente

Renato Portaluppi chega à sala de imprensa do CT Luiz Carvalho com expressão de poucos amigos e se acomoda diante das câmeras para a entrevista coletiva. Basta ouvir o nome de Luis Suárez, logo na primeira pergunta, para o técnico fechar ainda mais a cara e deixar transparecer todo o seu incômodo com o assunto.

Acostumado a ter todas as respostas na ponta da língua, o treinador se obriga a conviver com algo raro. Nem mesmo o maior ídolo do Grêmio sabe responder qual será o futuro do uruguaio no clube.

– É um assunto que está virando uma novela mexicana. Sempre tenho que falar dele. Problema que está com a diretoria. Isso tudo que tem saído não deixa de ser verdade. Só a diretoria pode decidir. Eles têm conversado pra chegar a um denominador comum. Dia 2 fecha a janela. Até lá, eu fico quieto. Essa novela precisa acabar – diz o treinador.

O incômodo que nem Renato Portaluppi consegue conter é mais uma faceta do assunto que consome os bastidores do Grêmio nas últimas semanas. À medida que os dias passam e a indefinição sobre o futuro de Luis Suárez se arrasta, aumenta o desgaste entre clube e o atleta e seu estafe.

Renato concedeu entrevista coletiva (Foto: Iconsport)

Grêmio faz jogo duro para liberar Suárez

O centroavante convive com fortes dores no joelho direito e por isso, manifestou o desejo de antecipar o fim do contrato com o Grêmio, válido até o fim de 2024. O clube, por sua vez, está amparado pelo prazo do vínculo e pela multa rescisória, na casa dos US$ 70 milhões. Assim, a diretoria faz jogo duro e só irá liberar o uruguaio caso receba uma compensação financeira que julgue adequada.

Toda essa “novela mexicana” gera desgaste tanto internamente no clube, quanto entre diretoria e o estafe do jogador. O enredo rocambolesco tem capítulos e reviravoltas praticamente a cada dia. Já se falou em aposentadoria antecipada de Suárez, se cogitou uma ida do uruguaio a Barcelona para consultar um médico e até de um acordo dele para se juntar ao amigo Lionel Messi no Inter Miami, dos Estados Unidos.

A diretoria gremista já procura no mercado um jogador para a posição de Suárez, porém, a busca é para ter mais uma opção para o setor, além do uruguaio. Vina, meia-atacante que exercia a função de forma improvisada quando necessário, deixou o clube rumo ao futebol árabe. Apenas o jovem André Henrique é alternativa, mas o entendimento da comissão técnica é que o atleta precisa de uma lapidação maior para ser mais utilizado.

As dificuldades no mercado de transferências, com a janela que fecha no dia 2 de agosto, fazem também com que a direção do Grêmio não esteja aceitando a possibilidade de saída de Suárez. Uma reposição com nível de titularidade seria pouco provável levando em consideração o curto período disponível e a dificuldade financeira que o clube se encontra.

+LEIA MAIS: Renato deixa aberta possibilidade de Suárez sair do Grêmio e dá ultimato

Suárez sugere acordo

O atacante uruguaio tem contrato com o Grêmio até o final de 2024 e pretende encerrar imediatamento sua passagem pelo clube com pagamento de uma quantia, ainda sigilosa, mas que não está sendo aceita pelo Grêmio. O jogador propõe ainda abrir mão de todos os valores que teria a receber até o final do contrato.

O Inter Miami, dos Estados Unidos, clube interessado em Suárez, não está disposto a investir um valor significativo para contrata-lo. Jorge Mas, presidente do clube norte-americano, admitiu em entrevista coletiva o desejo de contar com o uruguaio, no entanto, afirmou aguardar que o atleta consiga uma liberação, justamente o que o jogador está tentando através da pressão na diretoria gremista.

Suárez comemora gol pelo Grêmio (Foto: Iconsport)

Ambiente no vestiário já foi melhor

Em paralelo à indefinição sobre o futuro de Suárez, a Trivela ouviu que o uruguaio se mantém isolado no ambiente do vestiário do clube. O relato é de que o atacante interage pouco com os demais companheiros e restringe as conversas quase que apenas aos demais estrangeiros do grupo. Especialmente, com o conterrâneo Felipe Carballo, seu companheiro desde os tempos de Nacional, do Uruguai, no ano passado.

Suárez pode ser retirado do time

Se antes a possibilidade de Suárez ser ausência em jogos do Grêmio ocorria apenas pelas intensas dores no joelho direito, um novo fator surge para possivelmente retirar o jogador da equipe.

De acordo com o técnico Renato Portaluppi, a indefinição sobre o futuro do uruguaio já tem deixado o ambiente conturbado, mas o jogador ainda mantém concentração no trabalho diário e principalmente em colaborar com a equipe nas partidas. Porém, o treinador deixou um aviso: Se Suárez estiver com “a cabeça fora”, não será escalado.

Embora tenha treinado com o elenco nesta quinta-feira (20), no CT Luiz Carvalho, o uruguaio passa a ser dúvida pelos dois motivos para os dois próximos jogos do Grêmio, com o Atlético-MG, sábado (22), pelo Brasileirão, e com o Flamengo, quarta-feira (26), pelo jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil, ambos na Arena.

 

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Foto de Bruno Soares

Bruno Soares

Bruno Soares nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra) em 2023. Antes de escrever para Trivela, passou por rádio Grenal, Ulbra TV e MS+ Sports
Botão Voltar ao topo