Brasileirão Série A

Pior atuação com Zubeldía faz São Paulo perder maior invencibilidade do Brasil

São Paulo joga muito pouco e amarga derrota por 1 a 0 para um Cuiabá que fez partida perfeita

Nem mesmo a maior invencibilidade do Brasil salvou o São Paulo de sua pior atuação sob o comando de Luis Zubeldía. Pois o treinador que não sabia o que era perder, conheceu a sua primeira derrota no cargo nesta quarta-feira (19).

O Tricolor que estava invicto há 13 jogos — 12 sob o comando do argentino — sucumbiu em pleno MorumBIS e foi batido por 1 a 0 por um Cuiabá que foi superior do início ao fim na partida válida pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Zubeldía descansa Lucas e mais dois — e paga o preço

Luis Zubeldía decidiu preservar Luiz Gustavo, Lucas e Rodrigo Nestor, desgastados, de sua escalação inicial. E a julgar pelo início de jogo, o trio nem parecia fazer falta. O São Paulo se impôs ao Cuiabá, e Calleri teve uma chance de marcar logo aos sete minutos — mas parou em Walter.

O problema é que este lance praticamente resume as ações ofensivas do Tricolor na primeira etapa, salvo uma finalização de Luciano que levou perigo já após os 40 minutos. A equipe sentiu muito a ausência de Lucas (especialmente) e Rodrigo Nestor.

Os dois substitutos pelos lados do campo, Wellington Rato e Michel Araújo, fizeram partidas muito abaixo do habitual e comprometeram a construção de jogadas do São Paulo. No meio-campo, Galoppo — que entrou na vaga de Luiz Gustavo — também teve má atuação.

O resultado não podia ser outro: o Cuiabá foi superior ao longo dos 45 minutos iniciais. Não à toa, o Dourado teve o lance de mais perigo, um chute de fora da área de Max que explodiu no travessão. O São Paulo até teve mais posse de bola (59%), mas os visitantes foram mais agressivos e ainda finalizaram mais: 8 a 5.

Alisson recebe o terceiro cartão amarelo e desfalca o São Paulo contra o Vasco (Foto: Leco Viana/Imago)

Nem entrada de Lucas salva o São Paulo

O São Paulo fazia a sua pior atuação sob o comando de Luis Zubeldía. O treinador, então, tentou mudar os rumos da partida com a entrada do trio que foi preservado. Luiz Gustavo, Lucas e Rodrigo Nestor substituíram exatamente Galoppo, Rato e Michel Araújo aos 15 minutos.

A expectativa era de que Lucas, em especial, fizesse a equipe melhorar. Mas nem mesmo o melhor jogador do elenco foi capaz de salvar a equipe em uma noite tão ruim.

E o São Paulo pagou caro por uma atuação em que não conseguiu se organizar ofensivamente para abrir espaços na defesa do Cuiabá. O Dourado, por sua vez, cumpriu sua estratégia à perfeição. Após um lançamento de Empereur, Pitta ganhou de Arboleda, e a bola sobrou na grande área. Luiz Gustavo afastou mal, e Eliel chutou forte de primeira para fazer o gol que encerrou a invencibilidade do São Paulo.

> A situação do São Paulo na tabela

Com o empate, o São Paulo se mantém na sexta colocação na tabela, com 16 pontos. Mas a equipe pode perder três posições com o complemento da rodada.

> A situação do Cuiabá na tabela

O resultado fora de casa faz o Cuiabá chegar a oito pontos na tabela. O Dourado se mantém fora do Z4, na 14ª colocação.

> Os próximos três jogos do São Paulo

  • Vasco x São Paulo — Brasileirão — sábado, 22 de junho, às 21h30 (horário de Brasília;
  • São Paulo x Criciúma — Brasileirão — quinta-feira, 27 de junho, às 20h (horário de Brasília);
  • São Paulo x Bahia — Brasileirão — domingo (30), às 16h (horário de Brasília).

> Os próximos três jogos do Cuiabá

  • Cuiabá x Atlético-GO — Brasileirão — sábado (22), às 18h30 (horário de Brasília);
  • Corinthians x Cuiabá — Brasileirão — quarta-feira (26), às 20h (horário de Brasília);
  • Cuiabá x Red Bull Bragantino — Brasileirão — sábado (29), às 18h30 (horário de Brasília).

 

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo