Brasileirão Série A

São Paulo joga duro e impõe condições para possível venda de Beraldo

Zagueiro do São Paulo atrai interesse do futebol inglês; Wolverhampton prepara proposta

Lucas Beraldo foi de opção remota no elenco a titular absoluto do São Paulo finalista da Copa do Brasil em alguns poucos meses em 2023 e com apenas 19 anos. Uma combinação perfeita aos olhos do futebol europeu. O zagueiro atrai o interesse de clubes de toda a parte no Velho Continente, especialmente da Inglaterra. Mas a vida de quem quiser tirá-lo do Tricolor não será nada fácil e envolverá boa dose de paciência e também alguns muitos milhões envolvidos na negociação.

Conforme publicado pelo site Premier League Brasil, Beraldo atrai o interesse de mais de uma equipe do campeonato inglês. De acordo com o jornalista Ekrem Kobour, o Wolverhampton planeja abrir negociações com o Tricolor e sinalizar com uma proposta de 10 milhões de libras pelo zagueiro (cerca de R$ 63,6 milhões pela cotação atual). Um valor que será recusado de imediato pela diretoria são-paulina.

A mesma postura vale para o interesse recente do Monaco na contratação do jogador. O clube francês teve observadores no Morumbi durante a vitória por 2 a 0 sobre o San Lorenzo, na Sul-Americana, e estuda fazer uma oferta de 10 milhões de euros (R$ 53,36 milhões). Bem menos do que o São Paulo pede pelo atleta.. Atlético de Madrid e Napoli também monitoram o defensor.

São Paulo faz jogo duro

Com muitas sondagens até o momento, a Trivela apurou que o São Paulo não tem propostas oficiais pelo zagueiro em sua mesa para análise. Beraldo é hoje o jogador mais valorizado do elenco são-paulino no mercado. E isso faz com que as exigências do São Paulo para liberar o atleta sejam deste patamar.

Às vésperas da final da Copa do Brasil, a estratégia com o que com o clube lida com o zagueiro vale para os demais titulares da equipe. O técnico Dorival Júnior pediu à diretoria que não negocie nenhum dos principais atletas de seu plantel.

Conforme apurado pela Trivela, a única forma de o São Paulo aceitar uma proposta pelo defensor é que ele permaneça no clube ao menos até o fim do ano. Isso, salvo uma oferta considerada irrecusável, com valores estratosféricos, acima dos 20 milhões de euros pretendidos pela diretoria são-paulina. O próprio Beraldo, aliás, quer seguir no Tricolor para fazer história antes de se transferir para Europa.

 

Copa do Brasil dá fôlego ao clube

A campanha na Copa do Brasil dá fôlego para o São Paulo segurar Beraldo e os demais titulares. Isso, porque o clube já quintuplicou o valor que esperava receber na competição nesta temporada. O orçamento são-paulino previa chegar ao menos até as quartas de final, com uma premiação total de R$ 9,7 milhões – lembrando que o Tricolor entrou direto na terceira fase.

Como chegou à final, o São Paulo já recebeu ao todo R$ 48,7 milhões em premiações da CBF. Isso, porque o vice receberá R$ 30 milhões. Em caso de título inédito, o Tricolor levará a bolada de R$ 70 milhões e somará um total de R$ 88,7 milhões apenas em valores recebidos na competição.

Quanto o São Paulo já faturou com vendas?

Os valores recebidos pelo desempenho desportivo ajudam a amenizar o “rombo” no orçamento com as vendas não realizadas. O orçamento do São Paulo prevê receber R$ 142 milhões com vendas de jogadores. Até o momento, o clube já garantiu cerca de R$ 44 milhões com negociações nesta temporada. Ou seja: faltaria completar este valor com mais R$ 98 milhões.

A venda mais recente foi a do garoto Newerton. Mesmo sem sequer estrear pelo clube, o atacante foi vendido ao Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, por R$ 16,1 milhões. Outros atletas negociados foram Patrick, ao Atlético-MG, por R$ 6 milhões, e Léo, ao Vasco, por R$ 16 milhões. O clube também receberá valores por mecanismo de solidariedade nas negociações envolvendo Luiz Araújo, Brenner e Lyanco.

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo Deconto

Eduardo Deconto nasceu em Porto Alegre (RS) e se formou em Jornalismo na PUCRS. Antes de escrever para a Trivela, passou por ge.globo e RBS TV.
Botão Voltar ao topo