Brasileirão Série A

Colocou o cargo à disposição? Renato revela conversa com direção do Grêmio após derrota no Gre-Nal

Treinador gremista também contou que teve reunião parecida com o presidente Alberto Guerra em 2023

A crise se acentuou no Grêmio após perder por 1 a 0 o clássico Gre-Nal, neste sábado (22), no Couto Pereira, em Curitiba. Foi a sexta derrota consecutiva do Tricolor Gaúcho no Campeonato Brasileiro, em que é o vice-lanterna, com apenas seis pontos em nove jogos.

Na entrevista coletiva após a derrota no Gre-Nal, o técnico Renato Gaúcho revelou ter conversado com o presidente Alberto Guerra, o vice-presidente de futebol Antônio Brum e o executivo de futebol Luis Vagner Vivian no vestiário.

Embora não tenha detalhado o teor da conversa, Renato deu a entender que colocou cargo à disposição dos dirigentes.

— A conversa que tive agora com o presidente, com vice-presidente, com o executivo, não vou falar para vocês. Eu não tenho multa, se amanhã resolver pegar a mala e ir embora, eu vou. Da mesma forma que eles podem me mandar.

Renato revela que conversa parecida aconteceu com o presidente em 2023

Renato contou que reunião parecida, com o presidente Guerra, aconteceu em 2023, também em meio à má fase da equipe. Naquela ocasião, a decisão foi de dar sequência ao trabalho, e os frutos foram colhidos posteriormente.

— Eu não esqueci nada do ano passado. Tive uma reunião com o presidente e disse: ‘ou abraça, ou estou fora’. E quase fomos campeões.

Guerra desconversa sobre reunião com Renato

Em rápida entrevista na saída do Couto Pereira, Guerra foi questionado sobre a conversa com Renato após a derrota no Gre-Nal. Mas desconversou.

Alberto Guerra, presidente do Grêmio. Foto: João Vitor Rezende/IconSport

Com relação à conversa que tivemos com o Renato vai ficar entre nós. São conversas. Se tiver alguma mudança será comunicada a vocês — resumiu o mandatário gremista.

Entrada de Rodrigo Ely no ataque escancara carência

Durante sua entrevista coletiva, Renato também se queixou da falta de alternativas no elenco, principalmente no ataque. Sem Diego Costa, André Henrique e Jardiel, lesionados, João Pedro Galvão vinha sendo titular.

No Gre-Nal, Galdino foi utilizado no comando do ataque. Na reta final do jogo, além de JP Galvão, o zagueiro Rodrigo Ely também entrou, improvisado, na frente.

— Às vezes a gente peca pela falta de peças em algumas posições. Quando tenho que colocar um zagueiro no ataque, fica difícil. Infelizmente tivemos algumas lesões, e o João Pedro Galvão, criticado, tive que mudar. Tenho que buscar alternativas, tentei buscar no Gre-Nal. Muitas vezes a falta de opções faz com que você infelizmente tenha essa sequência negativa — lamentou Renato.

Para Renato, está faltando sorte para o Grêmio

Além da falta de peças, o treinador do Grêmio também citou a falta de sorte de sua equipe nos últimos jogos, e o longo período longe de casa, já que as partidas, mesmo como mandante, tem sido fora do Rio Grande do Sul.

Ainda assim, Renato voltou a garantir que “a maré vai virar”, e que o Grêmio sairá dessa situação incomoda no Campeonato Brasileiro. Também se vê em condições de tirar mais do grupo de jogadores gremista, que, segundo o treinador, está cabisbaixo, mas ciente da responsabilidade.

Grêmio no Campeonato Brasileiro 2024

  • 19º lugar em 6 pontos em 9 jogos
  • 2 vitórias e 7 derrotas
  • 22% de aproveitamento
  • 6 gols feitos e 11 gols sofridos
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo