Brasileirão Série A

Wesley brilha na Ilha da Magia para recolocar o Internacional nos eixos e afundar o Corinthians

Atacante marcou um golaço que garantiu a vitória colorada no Orlando Scarpelli, em Florianópolis

Com um golaço de Wesley, o Internacional venceu o Corinthians por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (19), no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo marcou a recuperação imediata do Colorado após perder para o lanterna Vitória, em Salvador.

A vitória sobre o Corinthians faz com que o Inter suba para a nona colocação, com 14 pontos. Por outro lado, o Timão, que chegou à sexta partida sem vitória no Campeonato Brasileiro, entra na zona de rebaixamento, na 17ª colocação, com sete pontos.

O próximo desafio colorado é o clássico Gre-Nal, sábado (22), às 17h30min, no Couto Pereira. Também em Curitiba, mas na Ligga Arena, o Corinthians enfrenta o Athletico-PR, domingo (23), às 16h.

Autor do golaço da vitória, Wesley foi novamente o melhor jogador do Internacional

O grande nome do jogo na Ilha da Magia foi Wesley, um dos melhores jogadores do Inter nesta temporada. A primeira tentativa, logo aos três minutos, em que trouxe para dentro e finalizou forte, de canhota, para defesa de Matheus Donelli, foi um aperitivo do que estava por vir.

Ponta direita no 4-2-3-1 que Coudet montou diante dos vários desfalques, principalmente no setor ofensivo, Wesley deu muito trabalho para a defesa do Corinthians.

O gol da vitória foi uma pintura. Aos 41 minutos do primeiro tempo, após receber passe de Igor Gomes próximo à linha lateral, Wesley encarou a marcação, trouxe para dentro e acertou lindo chute de canhota, no ângulo direito.

No segundo tempo, Wesley finalizou mais uma vez de perna esquerda para defesa de Donelli, aos cinco minutos, após passe de Wanderson. Ainda deu uma linda caneta, sem tocar na bola, em Matheus Bidu, antes de ser substituído por Hugo Mallo, aos 31 minutos.

Como foi o jogo entre Internacional e Corinthians

Empurrado por sua torcida, que cantou alto desde os primeiros minuto no Orlando Scarpelli, o Inter logo mostrou a que veio com a primeira finalização de Wesley, aos três minutos.

Aos 13, após Bruno Henrique lançar e Gustavo Henrique e Cacá não conseguirem afastar, Hyoran, caído, rolou de letra para Alario, que chutou para as redes. Porém, depois do VAR traçar as linhas, o impedimento foi assinalado.

O Inter era mais agressivo e ocupava o campo de ataque. Quando o Corinthians conseguia escapar, principalmente pelo lado esquerdo, Igor Gomes estava atento nas coberturas.

E foi o zagueiro quem também iniciou a jogada do gol de abertura do placar. Aos 41, Igor Gomes abriu para Wesley na direita. O atacante trouxe para dentro e, de canhota, acertou lindo chute, no ângulo direito de Donelli.

Em busca do empate, o Corinthians voltou mais agressivo para o segundo tempo. Isso ofereceu ao Inter a possibilidade do contra-ataque. Aos cinco, Wanderson abriu na esquerda para Wesley, que chutou cruzado para defesa de Donelli.

Ainda que ocupasse o campo de ataque, o Corinthians levava pouco perigo. Aos seis, após cobrança de escanteio na segunda trave, Cacá cabeceou, e Alario afastou, de rosca, para trás. Aos 18, Coronado arriscou de longe e Fabrício, de manchete, defendeu.

Por sua vez, o Inter voltou a assustar aos 27. Depois de Rômulo sofrer falta, por pouco a Lei do Ex não se fez presente em Florianópolis. Bruno Henrique cobrou bem, e a bola passou muito perto do ângulo direito.

Aos 36, Garro recebeu no lado esquerdo da grande área e bateu cruzado para mais uma defesa de Fabrício. O lance fez Coudet fechar o time, com a entrada de Gabriel Mercado, para suportar a pressão final e garantir os três pontos.

Foto de Nícolas Wagner

Nícolas WagnerSetorista

Gaúcho, formado em jornalismo pela PUC-RS e especializado em análise de desempenho e mercado pelo Futebol Interativo. Antes da Trivela, passou pela Rádio Grenal e pela RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo