Brasileirão Série A

Grêmio sofre com zaga enquanto Bruno Alves e Bruno Uvini disputam titularidade e permanência para 2024

Com contrato se encerrando, zagueiros Bruno Alves e Bruno Uvini miram próxima temporado

Bruno Alves e Bruno Uvini travam disputa no elenco do Grêmio. Tanto pela titularidade para a partida contra o Goiás, nesta quinta-feira (30), às 19h, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro, quanto por permanência para 2024, já que ambos tem contrato se encerrando em dezembro.

Essa disputa entre os ‘Brunos' está longe de ser positiva. Afinal, eles fazem parte da quarta pior defesa do Brasileirão, que levou 53 gols em 35 jogos (média de 1,51 por jogo). Individualmente, também sofrem forte contestação da torcida gremista pelo desempenho apresentado nas partidas.

Bruno Alves volta a ficar à disposição contra o Goiás, e Grêmio tem dúvidas na defesa

Bruno Alves não esteve presente na goleada por 3 a 0 sofrida pelo Grêmio para o Atlético-MG, no último domingo (26), na Arena MRV, em Belo Horizonte. Mas isso porque havia sido expulso, de forma direta, no revés por 1 a 0 para o Corinthians, no dia 14, na Arena do Grêmio. O zagueiro irá a julgamento no STJD nesta quarta-feira (29), e poderá pegar punição de um a seis jogos, embora a tendência seja de absolvição. Mesmo que seja punido, o Tricolor Gaúcho pedirá efeito suspensivo para a reta final do Brasileirão.

Com isso, Bruno Alves deverá estar à disposição do técnico Renato Portaluppi para o jogo contra o Goiás. Mas não tem retorno à titularidade garantido. Além de Bruno Uvini, a disputa para fazer companhia a Kannemann ainda é compartilhada com Gustavo Martins e Rodrigo Ely. E isso também envolve a quantidade de zagueiros que serão utilizados. Contra o Atlético-MG, Renato optou por iniciar com três. No entanto, para o jogo em casa contra um virtual rebaixado, a probabilidade de linha de quatro na defesa, com dois zagueiros, é maior.

Alves ou Uvini? No mínimo um dos dois não deve ter contrato renovado pelo Grêmio

Para a próxima temporada, dificilmente o Grêmio renovará com Bruno Alves e Bruno Uvini juntos. Na melhor das hipóteses, apenas um dos dois permanecerá. Nesse cenário, Alves leva vantagem por ter mais serviços prestados ao clube. Após seis temporadas no São Paulo, ele chegou ao Tricolor Gaúcho em 2022, para a disputa da Série B, em que teve boa regularidade.

Bruno Alves pelo Grêmio (2022/2023)

  • 97 jogos (93 como titular)
  • 7 gols

Com 32 anos, Alves se lesiona pouco, diferentemente de Uvini, que tem a mesma idade, mas teve muitos problemas clínicos ao longo da carreira — embora não tenha sofrido tanto com isso no Grêmio, onde chegou no início desta temporada. A vantagem de Uvini em relação ao companheiro é a liderança, característica marcante desde as categorias de base do São Paulo e da Seleção Brasileira.

Bruno Uvini pelo Grêmio (2023)

  • 32 jogos (27 como titular)
  • 2 gols
  • 1 assistência

Se a máxima de que “a última imagem é a que fica” vale para a diretoria do Grêmio, Bruno Alves e Bruno Uvini precisam dar tudo de si nos poucos treinamentos e jogos que restam até o final da temporada. Até porque o jovem Gustavo Martins está valorizado pela medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, Rodrigo Ely tem contrato longo e perspectiva de melhora a partir de pré-temporada, e Geromel e Kannemann são casos à parte pela idolatria.

Grêmio no Campeonato Brasileiro 2023

  • 5ª colocação com 59 pontos
  • 35 jogos, 18 vitórias, 5 empates e 12 derrotas
  • 56% de aproveitamento
  • 57 gols feitos e 53 gols sofridos

Próximos jogos do Grêmio

  • Grêmio x Goiás – Campeonato Brasileiro – quinta-feira, 30 de novembro, às 19h
  • Grêmio x Vasco da Gama – Campeonato Brasileiro – domingo, 3 de dezembro, às 18h30min
  • Fluminense x Grêmio – Campeonato Brasileiro – quarta-feira, 6 de dezembro, às 21h30min
Foto de Nícolas Wagner

Nícolas Wagner

Gaúcho. Formado em Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Antes de escrever pela Trivela, esteve na Rádio Grenal e na RDC TV. Também é coordenador de conteúdo da Rádio Índio Capilé.
Botão Voltar ao topo