Brasileirão Série A

Invicto pós-Libertadores, ‘ético’ Fluminense pode interferir diretamente no rumo do Campeonato Brasileiro

Palmeiras e Fluminense se enfrentam na próxima rodada da competição em rodada que pode definir o campeão

O Fluminense deu show em plena Vila Belmiro e bateu o Santos pelo placar de 3 x 0, em jogo realizado na noite desta quarta-feira e válido pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. Martinelli, Arias e Cano marcaram os gols do Tricolor, que com o resultado, alcançou os 56 pontos na tabela de classificação, ocupando a 7ª posição. A vitória diante do Peixe aumentou a série invicta do time treinado por Fernando Diniz, que desde o título da Libertadores não sabe o que é perder.

Foram cinco jogos disputados de lá para cá, com dois empates e três vitórias do Fluminense, sendo estas obtidas de forma consecutiva, com sete gols marcados e apenas dois sofridos. As vésperas da disputa do Mundial de Clubes em dezembro, a expectativa é a melhor possível em relação ao desempenho do time carioca, que rodada após rodada, vem mostrando um futebol de alto nível e se comprometendo a pontuar o máximo dentro do Campeonato Brasileiro, mesmo já classificado para a próxima Libertadores.

Após vencer o Boca Juniors por 2 x 1 na final da competição continental, ainda no início do mês de novembro, no Estádio do Maracanã, o Fluminense empatou dois jogos seguidos, diante do Internacional, pelo placar de 0 x 0 e o clássico frente ao Flamengo por 1 x 1. Nas últimas três partidas, vitórias frente ao São Paulo, por 1 x 0, sobre o Coritiba, por 2 x 1, sendo estes jogos disputados no Maracanã e nesta quarta-feira frente ao Santos na Vila Belmiro.

Fernando Diniz faz projeção do próximo confronto do Fluminense

Indiretamente, o Fluminense pode ser o responsável por “definir” a disputa do Campeonato Brasileiro. Isso porque o adversário do Tricolor na próxima rodada é nada mais nada menos do que o Palmeiras, que dependendo dos resultados, pode levantar mais um caneco da competição no domingo, dia três de dezembro, em jogo que será realizado no Allianz Parque, em São Paulo. Sobre o próximo confronto, Fernando Diniz falou sobre a possibilidade de poupar o elenco, tendo em vista a disputa do Mundial de Clubes em dezembro.

O treinador aproveitou a entrevista coletiva pós-jogo diante do Santos para criticar o “advento da grama sintética no Brasil”, afirmando que este tipo de grama não contribui em nada para os jogadores, além de mudar os aspectos do jogo, aumentando inclusive os riscos de lesão aos atletas.

“Eu acho que oferece mais riscos, não gosto do advento do campo de grama sintética. Não é o melhor para os jogadores. Sou a favor do que é melhor para os jogadores. Não favorece, muda o jogo. E os riscos de lesão aumentam., Tem uma corrida no mundo para que os campos de grama sintética sejam abolidos, e sou a favor de que a gente tenha um campeonato jogado somente com grama natural”, afirmou o treinador após a vitória frente ao Santos.

Tricolor encara últimas rodadas do Brasileirão como preparação para o Mundial

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense enfrenta o Grêmio, em casa. Fernando Diniz comentou sobre o comprometimento do time, que mesmo vencendo a Libertadores não deixou de se entregar um minuto para conseguir terminar a competição de forma digna, ao mesmo tempo, concentrar seus esforços na disputa do Mundial de Clubes no final do ano. Para o treinador, o elenco sentiu uma certa dificuldade para manter a concentração, mas entendeu esta reta final de Brasileirão como uma preparação extra para a competição internacional.

“Temos um compromisso muito grande com o futebol, com a ética do jogo. Depois que terminamos a Libertadores, nos comprometemos a fazer o melhor possível. Estava um pouco mais difícil, pois a atenção do time era muito voltada para a Libertadores. Não estava nem com a cabeça dividida, mas muito inclinada para a conquista inédita da Libertadores. Nesse momento, falamos que procuraríamos entregar tudo e que seria uma boa maneira de nos preparar para a estreia do Mundial”, frisou o treinador.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Existe um ditado que diz que o bom filho a casa retorna não é? Pois bem, sou Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia, de volta ao site após quatro anos, e agora redator do Trivela, um dos maiores portais de futebol do Brasil. Sou jornalista, especializado em Marketing digital e narrador do Portal Futebol Interior e também da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo