Brasileirão Série A

História de Evertton Araújo simboliza garra do Flamengo em momento difícil no ano

Autor do gol salvador contra o Athletico, Garoto do Ninho tem a superação como um dos seus principais alicerces na carreira

Recheado de craques, o Flamengo contou com o brilho da sua base para arrancar um empate importantíssimo diante do Athletico Paranaense, em Curitiba. Evertton Araújo entrou no segundo tempo e se consagrou com gol no último lance da partida.

Mas a garra demonstrada não é novidade para quem acompanha a jovem promessa Rubro-Negra.

A vontade de se superar, de buscar o que parece impossível, é uma das principais características de Evertton Araújo.

Desde que chegou ao Flamengo, o Garoto do Ninho vem mostrando que com alegria e perseverança, tudo fica mais fácil. A Trivela conta um pouco mais dessa história.

Superação para chegar até aqui

Evertton Araújo começou sua caminhada no futebol nas categorias de base do Volta Redonda, cidade onde nasceu e foi criado.

O destaque no sub-15 do Voltaço era grande o suficiente para ele tentar a sorte em gigantes do Brasil, como Botafogo e Cruzeiro, mas sem muito sucesso. Nesse momento, ele recebeu os primeiros baques da carreira.

Sem desistir, Evertton retornou à Cidade de Aço para buscar espaço no sub-20, e a aposta deu certo. Em 2022, o volante se destacou na Copinha pelo Volta Redonda e foi adquirido pelo Flamengo, por empréstimo de uma temporada.

A estadia no Ninho do Urubu foi considerada positiva o suficiente para que o clube comprasse o passe, no ano seguinte, e ficou com 70% dos direitos econômicos.

Desde então, o jovem transita no sub-20 do Flamengo, com diversas oportunidades entre os titulares.

Foi justamente nesse momento de felicidade que veio o momento mais tenso da carreira: uma lesão na tíbia, considerada grave.

A situação não tirou a força de Evertton, que voltou aos gramados em menos de três meses, tempo recorde, para encaixar novamente na equipe de Mário Jorge.

Se em 2023 ele colheu os frutos se sagrando campeão brasileiro sub-20, nessa temporada. ele começa a ajudar o time principal do Flamengo.

— Agradecer a Deus, sem Ele nada teria acontecido. Muito feliz pelo gol, queria dedicar à minha família, que muitas vezes abdicou do sonho deles para viver o meu. Minha mãe, meu pai. Muito feliz, cara. Só agradecer, trabalhar e continuar — disse a promessa, após garantir o empate contra o Athletico.

Provou seu valor

Se já tinha a confiança de Tite antes, Evertton Araújo pode ter garantido uma vaga de rotação entre os profissionais até o fim da temporada.

A estreia foi em 2023, mas o Garoto do Ninho conseguiu dobrar o número de oportunidades neste ano. Ele esteve em campo pelo Carioca, Libertadores e, agora, Campeonato Brasileiro.

O momento de desfalques do Flamengo fez com que a oportunidade surgisse, e ela foi devidamente aproveitada.

Quem gostou foi César Sampaio, que rasgou elogios ao versátil Evertton Araújo, um volante que pode atuar em múltiplas funções do meio-campo.

— Quero enaltecer a participação do Evertton Araújo. É um jovem que nos dá prazer de trabalhar com ele. Diariamente só abre a boca para passar coisas positivas. Todo ajuste ele procura entender, procura vídeos. É gratificante mesmo. Eu, como cristão, vejo que algumas coisas são interessantes. Num jogo de uma rivalidade tão grande, não que ele seja diferente dos demais, isso serve de referência para o trabalho. Legal que o grupo inteiro reconhece isso. Quando ele entrou no vestiário, todos aplaudiram. A performance dele e a imagem ficaram na minha retina — finalizou.

Evertton Araújo agradece aos céus pelo gol (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

O jogador tem contrato com o Flamengo até dezembro 2026, com multa rescisória de R$ 40 milhões.

Ele tem tudo para ser relacionado por Tite para o próximo compromisso do Rubro-Negro na temporada, que será diante do Bahia. As equipes se enfrentam nesta quinta-feira (20), a partir das 20h (de Brasília), no Maracanã.

Veja números de Evertton Araújo pelo Flamengo

  • 45 jogos no sub-20 e 9 entre os profissionais
  • 5 participações em gol (2 gols e 3 assistências)
Foto de Guilherme Xavier

Guilherme Xavier

Jornalista formado pela PUC-Rio. Da final da Libertadores a Série A2 do Carioca. Copa do Mundo e Olimpíada na bagagem. Passou por Coluna do Fla e Lance antes de chegar à Trivela, onde apura e escreve sobre o Flamengo desde 2023.
Botão Voltar ao topo