Brasileirão Série A

Até o fim: Cruzeiro mostra foco em momentos derradeiros e vence partidas decisivas no apagar das luzes

Em fase decisiva da temporada, o Cruzeiro conquistou sete pontos em nove disputados, vencendo após marcar gols depois dos 35 minutos

O Cruzeiro tem conseguido bons resultados no momento mais importante do Campeonato Brasileiro e já acumula sete pontos conquistados nas últimas três partidas — a equipe comandada por Paulo Autuori e Fernando Seabra venceu Fortaleza e Goiás e empatou com o Vasco. Um fato curioso é que nos dois triunfos, o time celeste marcou após os 35 minutos do segundo tempo, mostrando foco e concentração até os minutos finais dos confrontos. No jogo contra o Esmeraldino, disputado nessa segunda-feira (27), o garoto Robert deu a vitória ao clube estrelado marcando aos 51 da etapa complementar.

Mais que garantir pontos, esta é uma estatística interessante por transparecer a resolução de um problema que vinha sendo muito prejudicial ao Cruzeiro na atual edição do Campeonato Brasileiro. Ao contrário do que acontece hoje, o time celeste vinha sofrendo gols nos minutos finais dos jogos, muitas vezes por falta de atenção

Foi assim contra Athletico-PR, Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Coritiba. Cinco partidas em que se o time celeste não tivesse vacilado e tomado gols nos minutos finais, teria conquistado nove pontos ao invés de dois. Antes da sequência atual, o Cruzeiro havia marcado nos minutos finais apenas contra o Atlético-MG, sendo que se tratou de um gol contra, aos 42 da segunda etapa daquele jogo.

Cruzeiro vence partidas decisivas nos minutos finais

Desde que Paulo Autuori assumiu o cargo de treinador interino do Cruzeiro, o time não perdeu. Na estreia do comandante, o time celeste fazia jogo duro com o Fortaleza, fora de casa, e quando a partida parecia se encaminhar para um empate, Bruno Rodrigues decidiu o jogo em prol da equipe mineira ao marcar um gol aos 35 minutos do segundo tempo. Na ocasião, Ian Luccas recebeu lindo passe de Matheus Pereira e cruzou rasteiro para o camisa 9, que bateu de primeira e marcou o gol da vitória da Raposa.

Naquele momento, o gol deu grande alívio ao time celeste, que via sua situação se complicar muito no Brasileirão. Após o gol, restou ao Cruzeiro se segurar e frear as investidas do Fortaleza, que saiu de campo muito vaiado e sem os três pontos.

Contra o Vasco, no Mineirão, o enredo foi diferente. Após sair atrás no placar, o Cruzeiro virou ainda no primeiro tempo, mas não conseguiu manter a concentração e sofreu o empate após falha feia da defesa. O gol vascaíno, marcado aos 32 do segundo tempo, abriu o jogo, fazendo com que ambas as equipes partissem para o ataque. Apesar das boas chances criadas, ninguém balançou a rede, fazendo com que a partida acabasse com 2 a 2 no placar.

Agora, nessa segunda-feira (27), ainda mais emoção. O Cruzeiro ia empatando com o Goiás, na Serrinha, após perder um caminhão de gols, principalmente no primeiro tempo. Quando o jogo se encaminhava para um 0 a 0 que não ajudava ninguém, coube ao jovem Robert, de apenas 18 anos, marcar seu primeiro gol como profissional. Gol esse que, com toda a certeza, será um dos mais importantes de sua carreira.

Eram jogados os 51 do segundo tempo, quando Bruno Rodrigues recebeu bola pela ponta esquerda e viu Robert totalmente livre do outro lado. O camisa 9 então aproveitou a desatenção da defesa do Goiás e virou o jogo para a revelação da base do Cruzeiro. O camisa 80 dominou com espaço, olhou para o goleiro Tadeu e bateu firme, no canto, para tirar o zero do placar e dar vitória importantíssima ao Cruzeiro.

Próximos desafios de Cruzeiro e Goiás

Apesar da vitória, o Cruzeiro segue ameaçado pelo rebaixamento e, por isso, só a vitória importa no próximo jogo, contra o Athletico-PR, no Mineirão. A partida acontece na quinta-feira (30), às 20h, pela 36ª rodada do Brasileirão. Se triunfar, o time celeste estará muito próximo de se manter na Série A.

O Goiás, por sua vez, está muito próximo de ser matematicamente rebaixado para a segunda divisão. O time do treinador interino Mário Henrique joga também na quinta, às 19h, contra o Grêmio, fora de casa. Com 35 pontos, o Esmeraldino está sete atrás do Vasco, primeiro time fora do Z4. Portanto, se tropeçar, o time goiano estará matematicamente rebaixado. Somente a vitória importa.

Foto de Maic Costa

Maic Costa

Maic Costa nasceu em Ipatinga, mas se radicou na Região dos Inconfidentes mineiros. Formado em Jornalismo na UFOP, em 2019, passou por Estado de Minas, Superesportes, Esporte News Mundo, Food Service News e Mais Minas. Atualmente, é setorista do Cruzeiro na Trivela.
Botão Voltar ao topo