Brasileirão Série A

Se o Botafogo precisava de um ‘cenário ideal’ para manter o sonho do título Brasileiro vivo, a hora é agora

Ainda na luta pelo título do Brasileiro, o Botafogo vai encarar, nesta quarta, o já rebaixado Coritiba em um Couto Pereira vazio

Apesar da queda brusca de rendimento nesta reta final do Campeonato Brasileiro, o Botafogo segue na luta pelo título. E, nesta quarta-feira (29), contra o Coritiba, às 21h30 (horário de Brasília), o clube tem a oportunidade praticamente perfeita para tentar retomar o caminho das vitórias e seguir sonhando com a taça do Brasileirão, que o clube não levante há 28 anos. Ao mesmo tempo, o time de Tiago Nunes também já precisa ligar o alerta em relação a vaga no G-4 do Brasileiro.

Mesmo há oito jogos sem vencer, o Botafogo se segura no histórico primeiro turno que fez para se manter na briga pelo título. Com 62 pontos, o clube está apenas um ponto atrás de Flamengo e Palmeiras. Os três times jogam nesta noite e, a depender da combinação de resultados, o Glorioso pode até terminar a rodada de volta à liderança do Brasileiro.

E o Botafogo tem um cenário favorável para tentar voltar a vencer. Nesta quarta-feira, o time de Tiago Nunes vai enfrentar o já rebaixado Coritiba em um Couto Pereira vazio. Depois de ser punido pelo STJD pela confusão entre torcedores do Coxa e do Cruzeiro, o time paranaense até conseguiu, na última terça-feira, a liberação do público.

No entanto, a decisão do STJD de liberar a presença do público no Couto Pereira só saiu no fim da tarde da terça-feira. Assim, não houve tempo hábil para o Coritiba organizar a venda de ingressos e a operação do jogo com os órgãos de segurança. Além disso, de acordo com a Lei Geral do Esporte, os clubes precisam iniciar a venda de ingressos para as partidas pelo menos 48 horas antes das partidas.

Assim, o Botafogo não terá pressão da torcida adversária no Couto Pereira. Além disso, o Coritiba é o segundo pior mandante do Brasileirão, com apenas 15 pontos conquistados em 17 jogos em casa. O Glorioso, por outro lado, é o quinto melhor mandante da competição, com 26 pontos conquistados longe do Nilton Santos.

Botafogo vai encarar o já rebaixado Coritiba em um Couto Pereira vazio (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Botafogo vai ter mudanças no time titular

Apesar deste cenário favorável, o Botafogo tem problemas para escalar o time titular para esta quarta-feira. Lesionados, Marçal e Diego Costa desfalcam o time. Além disso, o volante Danilo Barbosa, que fez os dois últimos gols do Glorioso no Brasileiro, está suspenso e também fica fora.

Improvisado na zaga, em um esquema com três zagueiros, Danilo Barbosa teve uma papel importante para a saída de bola e para dar mais segurança pelo lado direito da defesa do Botafogo na partida com o Santos. Agora, Tiago Nunes pode improvisar Marlon Freitas na posição ou colocar o zagueiro Bastos. Outra opção é voltar ao esquema tradicional, mas com Tchê Tchê na direita e Gabriel Pires no meio com Marlon Freitas e Eduardo.

De acordo com o “GE”, a tendência é de que Tiago Nunes mantenha o esquema com três defensores, com Bastos ou Hugo com Adryelson e Cuesta.

Assim, o Botafogo deve entrar em campo contra o Coritiba com: Lucas Perri; Tchê Tchê, Adryelson, Cuesta e Hugo (Bastos); Marlon Freitas, Gabriel Pires e Eduardo; Júnior Santos, Victor Sá e Tiquinho Soares.

Tiago Nunes mantém foco no ‘jogo a jogo'

Com apenas dois jogos no comando do Botafogo, Tiago Nunes tem focado todas as suas coletivas no discurso de “jogo a Jogo”. E, para o treinador, mesmo contra o rebaixado Coritiba, o Glorioso deve ter uma partida complicada pela frente.

– A partir desse momento (após empate com o Santos) vou elaborar o plano para o jogo contra o Coritiba. Antes só estava pensando no Santos. Meu plano é de objetivos curtos. Quero fazer a melhor recuperação para os jogadores e passar uma explicação tática para quem não iniciou. Vai ser um jogo difícil. Eles fizeram jogo duro contra o Fluminense. É um time de bom nível, mesmo já rebaixado.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo