Brasileirão Série A

Cada dia mais melancólico, Botafogo leva empate do Santos nos acréscimos e vê título (ainda mais) longe

Com mexidas no time, o Botafogo saiu na frente e poderia voltar a liderança, mas o empate em 1 a 1 com o Santos voltou a frustrar a torcida, neste domingo, no Nilton Santos

O Botafogo viveu mais um dia de frustração no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (26), no Nilton Santos, o Glorioso saiu na frente e estava voltando para a liderança, mas, com um gol aos 44′ do segundo tempo, o Santos arrancou um importante empate em 1 a 1 na luta contra o rebaixamento e frustrou o torcedor do Botafogo na briga pelo título.

Com oito jogos sem vencer, o Botafogo pode terminar a rodada três pontos atrás do Palmeiras, o que pode afastar praticamente de forma definitiva o time carioca da luta pela título. Enquanto isso, o Santos somou um importante ponto fora de casa para tentar escapar do rebaixamento.

Tiago Nunes surpreendeu na escalação do Botafogo

Depois de sete jogos sem vencer e de perder a liderança do Campeonato Brasileiro, o técnico Tiago Nunes não teve receio de mexer no time na sua segunda partida no comando do Glorioso. Neste domingo, o time carioca entrou em campo com mudanças na escalação e até na formação tática. O Botafogo entrou em campo com um 3-4-3, que, por vezes, principalmente na hora de se defender, ficava com uma linha de cinco jogadores atrás.

Na defesa, Tiago Nunes improvisou o volante Danilo Barbosa, que foi importante para fechar o lado direito, que não tinha Di Plácido, barrado pelo treinador. Júnior Santos e Tchê Tchê também foram importante na marcação por este lado. Na esquerda, Victor Sá atuou aberto e também fez um bom papel defensivamente.

Botafogo desperdiçou mais uma chance de voltar a liderança do Brasileiro (Foto: Icon sport)

Como foi o empate do Botafogo com o Santos

As mudanças de Tiago Nunes surtiram efeito logo no começo da partida no Nilton Santos. Com mais intensidade e com um time mais forte fisicamente, o Botafogo iniciou bem a partida, com mais volume de jogo, mas com dificuldades para criar oportunidades de gols.

Assim, a primeira boa chance do Botafogo só aconteceu aos 10′ e com bola parada. E foi logo quando o time abriu o placar, justamente com uma das surpresas na escalação. Em cobrança de falta pela esquerda, Eduardo cruzou com muito bem e Danilo Barbosa subiu alto para marcar, de cabeça, o gol do Glorioso. Foi o segundo gol seguido de Danilo Barbosa e o segundo de cabeça. Na última quinta-feira, no Castelão, o volante garantiu o empate com o Fortaleza em lance parecido.

Apesar do bom volume de jogo no começo da partida, o Botafogo não conseguiu manter o ritmo por muito tempo e o jogo ficou mais aberto. O Santos, porém, pouco conseguia fazer. Com Marcos Leonardo isolado no ataque e Soteldo em tarde pouco inspirada, o time visitante praticamente não ameaçou o gol de Lucas Perri no primeiro tempo.

Enquanto isso, o Botafogo voltou a aparentar a insegurança das últimas partidas. Tiquinho Soares, por exemplo, errou praticamente tudo que tentou em campo. Em um dos lances, errou um passe no campo de defesa e quase gerou uma jogada de perigo para o Santos, mas o lance acabou anulado por impedimento de Marcos Leonardo. Ainda assim, o Peixe não conseguiu aproveitar essa instabilidade do Botafogo. Na primeira etapa, o Santos só teve uma finalização na direção do gol, em chute de fora da área que foi defendido por Lucas Perri.

Santos busca empate no fim

Na segunda etapa, o panorama da partida não se alterou tanto. O jogo ficou ainda mais brigado no meio, mas o Santos teve mais a bola. Na primeira boa chance do segundo tempo, após bate-rebate na área do Botafogo, a bola sobrou para Lucas Lima, que finalizou, a bola desviou e Lucar Perri fez uma defesa incrível com a perna. No entanto, o lance foi anulado por impedimento de Marcos Leonardo no começo da jogada.

Um dos destaques do Botafogo na partida, Júnior Santos voltou a ameaçar aos 14′. Em cobrança de falta do atacante, Eduardo dominou na área e finalizou em cima de João Paulo. No rebote, o próprio Júnior Santos apareceu na área e cabeceou para o gol, mas Messias cortou, de cabeça, a bola que ia em direção as redes.

O Santos tentava sair mais para o jogo, mas o Botafogo era quem conseguiu chegar com mais perigo. Janderson, de cabeça, e Júnior Santos tiveram oportunidades, mas não conseguiram marcar. E o Botafogo foi, mais uma vez, castigado no fim do jogo. Com as mudanças de Tiago Nunes, o lado direito ficou com Segovinha e Di Plácido. E foi por ali que o Santos conseguiu empatar. Aos 44′, Soteldo deixou Segovinha para trás e cruzou para Messias cabecear para as redes. No fim, Danilo Barbosa ainda teve mais uma chance de cabeça, mas a bola passou perto do travessão, frustrando a torcida do Botafogo.

Messias marcou o gol de empate do Santos contra o Botafogo (Foto: Icon sport)

Partida teve protesto e briga longe do Nilton Santos

Com o Botafogo vindo de sete jogos sem vencer e após ter perdido a liderança do Brasileiro, a tarde foi marcada por um protesto dos torcedores. As organizadas do clube, presentes no setor Leste Superior, colocaram as suas faixas de cabeça para baixo. Além disso, durante o anúncio da escalação, nomes como Marlon Freitas e Eduardo receberam algumas vaias entre os aplausos da maior parte do estádio.

Horas antes da bola rolar, torcedores do Botafogo e do Santos se envolveram em uma confusão na rodovia Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, na altura de Belford Roxo, na Baixada Fluminense. Os ônibus das organizadas do Santos, que estavam com escolta da Polícia Militar, foram atacado por uma organizada do time carioca. Houve confronto na estrada e a PM confirmou que alguns torcedores foram presos, mas sem o número oficial. Depois, os torcedores do Santos foram liberados e só chegaram no Nilton Santos durante o intervalo do jogo.

Como ficam as situações de Botafogo e Santos e próximos jogos

Com o empate neste domingo, o Botafogo chegou aos mesmos 62 pontos do Palmeiras, que ainda joga nesta noite, mas tem saldo de gols pior e fica na segunda colocação. No entanto, o clube ainda pode ser ultrapassado pelo Flamengo até o fim da rodada. Na próxima quarta-feira (29), às 21h30 (horário de Brasília), o Glorioso volta a campo contra o Coritiba, no Couto Pereira.

Já o Santos chegou aos 43 pontos e fica na 14a colocação, com dois pontos a mais que o Cruzeiro, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, mas que ainda joga nesta rodada. Na próxima quarta-feira (29), às 19h (horário de Brasília), o Peixe recebe o Fluminense, na Vila Belmiro.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo