Brasileirão Série A

Botafogo quer nova história no Brasileiro, mas Cruzeiro traz recordações ruins de 2023

Neste domingo, no Mineirão, o Botafogo estreia pelo Campeonato Brasileiro contra o Cruzeiro, adversário de dois jogos marcados negativamente na campanha de 2023

O Botafogo inicia, neste domingo (14), a sua trajetória no Campeonato Brasileiro de 2024. Depois do fracasso na última temporada, quando perdeu o título após liderar a competição por 33 rodadas, o Glorioso tentar superar esta frustração a partir do jogo contra o Cruzeiro, às 17h (horário de Brasília), no Mineirão. E o adversário não traz lembranças muito boas de 2023 ao Botafogo.

As duas partidas contra o Cruzeiro no último Brasileiro ficaram marcadas negativamente para o Botafogo. E não foram exatamente pelos dois empates por 0 a 0. No primeiro turno, pela 18ª rodada, no Mineirão, o Botafogo perdeu o atacante Tiquinho Soares por uma lesão no joelho esquerdo. Naquele momento, o Glorioso era o líder disparado da competição e o camisa 9 era o artilheiro, com 13 gols marcados.

A lesão não foi tão grave e Tiquinho Soares ficou apenas três jogos fora do time do Botafogo. Mas, a partir dali, tudo parece ter mudando para o atacante e o clube. Na virada para o segundo turno, o Glorioso passou por uma queda brusca de produção, assim como o camisa 9. Nesta segunda parte da competição, Tiquinho marcou apenas quatro gols, além de perder o título do Brasileiro, também viu Paulinho, do Atlético-MG, ficou com o prêmio de artilheiro da competição, com 20 gols marcados, três a mais que o camisa 9 do Glorioso.

Botafogo ficou sem chances de título após empate com o Cruzeiro

Depois do empate no Mineirão, Botafogo e Cruzeiro voltaram a se enfrentar na penúltima rodada do Campeonato Brasileiro, no Nilton Santos. Naquele momento, o Glorioso já havia perdido a liderança e não dependia mais de si para ser campeão. E o empate por 0 a 0 com a Raposa, no Nilton Santos, combinado com a vitória do Palmeiras sobre o Fluminense, deixou o Botafogo matematicamente fora da briga pelo título do Brasileiro. Além disso, o alvinegro terminou a rodada fora do G-4.

Em um Nilton Santos vazio, o empate com o Cruzeiro foi palco de muitos protestos da torcida do Botafogo. Jogadores como Victor Cuesta, Luis Henrique, Marlon Freitas e até Lucas Perri e Adryelson foram alvo de vaias dos alvinegros. Desses, apenas o volante Marlon Freitas segue no Botafogo para este novo Campeonato Brasileiro.

Botafogo tenta uma nova história no Brasileiro

Após o fracasso no Brasileiro de 2023, muita coisa mudou no Botafogo. O clube passou por uma reformulação no elenco, e 12 jogadores deixaram o clube, enquanto outros 12 atletas foram contratados de olho na atual temporada. Além disso, apesar de ter começado 2024 com a manutenção de Tiago Nunes, o Botafogo agora conta com o técnico Artur Jorge. O português, inclusive, fará apenas o seu segundo jogo no comando do clube.

Há pouco mais de uma semana no Botafogo, o Artur Jorge estreou na última quinta-feira (11), com a derrota para a LDU, em Quito, pela Copa Libertadores. Agora, apenas três dias depois, o Glorioso já volta a campo. Dessa vez, pelo Brasileiro.

Provável escalação do Botafogo

Apesar da atuação ruim contra a LDU, principalmente no primeiro tempo, Artur Jorge deve manter o mesmo esquema tático utilizado em Quito. Assim, o Botafogo deve seguir com os quatro atacantes de ofício no time titular, com Luiz Henrique e Jeffinho mais recuados, e Júnior Santos e Tiquinho Soares atuando avançados.

Assim, o Botafogo deve entrar em campo, neste domingo, com: Gatito Fernández; Mateo Ponte; Lucas Halter, Alexander Barboza, e Hugo; Danilo Barbosa (Tchê Tchê) e Marlon Freitas; Jeffinho e Luiz Henrique; Júnior Santos e Tiquinho Soares.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor de Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo