Brasileirão Série A

Bahia aplica goleada histórica, humilha Corinthians em sua Arena e amplia caos alvinegro na véspera das eleições

Antes mesmo do apito final, a torcida corintiana iniciou protestos nas arquibancadas, alguns torcedores invadiram o campo, mas foram parados pela segurança

Os mais de 39 mil torcedores que estiveram na Neo Química Arena para acompanhar a partida entre Corinthians e Bahia não esperavam presenciar uma inacreditável ausência do esporte praticado pelos 11 jogadores alvinegros que estavam em campo. Isso por que em menos de 30 minutos de partida o Tricolor Baiano já vencia o jogo por 3 a 0.

Com a derrota na 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Timão ainda ocupa o 12º lugar, mas agora corre o risco de voltar a beirar a zona de rebaixamento, já que o Vasco ainda joga neste sábado (25) com o Athletico-PR.  Cruzeiro e Goiás também terão um confronto direto na rodada.

Após o apito final, alguns torcedores invadiram o campo, mas foram contidos por seguranças, já nas arquibancadas, principalmente no setor norte, onde ficam as torcidas organizadas. Os gritos de ordem foram direcionados aos jogadores e a diretoria. Vale lembrar, que o duelo só aconteceu nesta sexta-feira (24) porque o Corinthians passará por (tensas) eleições presidenciais neste sábado.

Em 25 minutos, Corinthians conseguiu levar três gols, dois deles em erros de posicionamento 

Se a vitória diante do Grêmio antes da parada da data Fifa, foi um respiro para elenco e a soma de pontos importantes, a partida diante do Bahia foi mais que decepcionante. Muito além do resultado, o que mais surpreendeu foi como o Corinthians pareceu perdido após dez dias de pausa. A equipe voltou a cometer os mesmos erros de padrão tático, mais espaçada e perdendo a posse de bola, um problema que Mano Menezes constatou assim que chegou e estava conseguindo consertar, pelo menos até agora.

A escalação do Corinthians foi uma surpresa, com Fabio Santos ocupando uma função na zaga. Um time estruturado com três zagueiros que não durou muito. Ainda no primeiro tempo, quando o Bahia já vencia por 2 a 0, com duas jogadas criadas em cima de erros do alvinegro, Mano Menezes já optou por alterar a equipe: ainda aos 22 da etapa inicial, Mano sacou Fábio Santos e promoveu a entrada do jovem Wesley.

O  primeiro gol dos visitantes aconteceu após erro de Fagner, aos quatro minutos, dando a chance de Rezende cabecear e vencer Cássio.

O segundo erro foi de Lucas Veríssimo, aos 15 minutos, que não acompanhou a marcação, levou um drible, e deu espaço para Cauly fazer anotar uma pintura. O terceiro gol desta vez foi de pênalti. Em jogada dentro da área,  Gil acabou pisando no pé do jogador baiano, a marcação da arbitragem veio depois uma análise do VAR.

O quarto gol do adversário foi em um contra-ataque depois de mais um erro de marcação, que deixou Cauly cara a cara com o Cássio, e não perdoou. E como se não bastasse a primeira penalidade, Gil mais uma vez acabou errando, e um erro estranho para um jogador experiente. O zagueiro empurrou o adversário dentro da área, e sem precisar de ajuda do VAR, o árbitro que estava em cima do lance marcou, e o Bahia não perdeu marcando o quinto tento, e sacramentando a goleada.

Renato Augusto, quando o jogo já estava 3 a 0, pegou a sobra na entrada na área para anotar um golaço. O de honra de um time completamente perdido em campo.

Agora, o Corinthians precisará pontuar em algum dos três jogos que restam na competição. O alvinegro enfrenta ainda Vasco (fora), Internacional (casa) e Coritiba (fora).

Bahia não tomou conhecimento do Corinthians e fez lição de casa

Desde o primeiro minuto de jogo, o Bahia se posicionou com o intuito de dominar a partida: e foi o que aconteceu. A equipe comandada por Rogério Ceni propôs o jogo durante todo o primeiro tempo, conseguiu explorar os pontos fracos do Corinthians e principalmente as falhas cometidas pelos jogadores alvinegros.

O triunfo do Bahia por 5 a 1 foi o primeiro do time dentro da Neo Química Arena, mas o tricolor baiano não vencia o Corinthians desde 2008, quando as duas equipes disputavam a Série B do Campeonato Brasileiro. Além disso, também foi a primeira vez que Rogério Ceni conseguiu superar o Timão em Itaquera, isso tanto como jogador, quanto como treinador.

O resultado favorável para o Bahia, ajuda a equipe a se afastar da zona de rebaixamento. O tricolor ocupava o primeiro lugar na zona de rebaixamento, mas, após o triunfo, ganhou duas posições na tabela de classificação.

Próximos jogos do Corinthians

  • Vasco x Corinthians – Campeonato Brasileiro – quarta-feira, 29 de novembro de 2023, às 21h30 (horário de Brasília)
  • Corinthians x Internacional – Campeonato Brasileiro – sábado, 02 de dezembro de 2023, às 18h (horário de Brasília)
  • Coritiba x Corinthians – Campeonato Brasileiro – quarta-feira, 06 de dezembro de 2023, às 21h30 (horário de Brasília)

Próximos jogo do Bahia

  • Bahia x São Paulo – Campeonato Brasileiro – quarta-feira, 29 de novembro, às 20h (horário de Brasília)
  • América-MG x Bahia – Campeonato Brasileiro – domingo, 03 de dezembro de 2023, às 16h (horário de Brasília)
  • Bahia x Atlético-MG – Campeonato Brasileiro – quarta-feira, 06 de dezembro de 2023, às 21h30 (horário de Brasília)
Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo