Brasil

Corinthians vive caos pré-eleição, tiros são disparados e a tendência é que tudo fique ainda pior

Escolha pela presidência do Corinthians acontece neste sábado (25), com as urnas abertas às 9h e encerrando às 17h

Se há uma semana o clima para eleição no Corinthians estava tenso, nesta sexta-feira (24), véspera do pleito as coisas ganharam um novo capítulo, e desta vez uma tanto quanto preocupante depois que a sede social do clube, Parque São Jorge, foi alvo de tiros e pichações durante a madrugada.

As pichações foram feitas nos muros do clube que ficam na rua São Jorge, espaço destinado para estacionamento de veículos, as mensagens continham palavras de ordem, ameaças e contrárias a eleição de André Negão que pertence ao grupo Renovação e Transparência: “O time é do povo”; “Vai morrer”; “guerra” “Andrés Ladrão” e “fora André Negão”, estão entre as frases escritas.

Os tiros foram direcionados ao prédio onde ficam as salas da diretoria e da presidência do clube, ao todo sete deles perfuraram os vidros da fachada. Ninguém ficou ferido, e o clube acionou a Polícia Militar para formalizar a queixa.

Como já apurado pela reportagem da Trivela, a preocupação com a segurança para o período da eleição é grande e o clube solicitou ajuda da polícia Militar de São Paulo, que deve disponibilizar dois efetivos para o dia, um para ocupar o espaço dentro do clube, e outro para o lado de fora.

Corinthians soltou nota e afirmou que atua para que a eleição ocorra com tranquilidade 

O Corinthians se pronunciou por meio de nota, divulgada no site oficial do clube, repudiando os atos e afirmando que atua para que o pleito ocorra da maneira mais tranquila possível, confira a nota completa:

O Sport Club Corinthians Paulista repudia o vandalismo e os atentados contra sua sede, no Parque São Jorge, na madrugada de quinta para sexta-feira, 24. Segundo relatos de funcionários e testemunhas, além de imagens de câmeras já disponíveis, os ataques se iniciaram por volta das 3h30, quando foram efetuados disparos contra a fachada do prédio administrativo do clube, e algum tempo depois, indivíduos pixaram os muros do clube e fixaram faixas no arco da portaria 1 e no portão 3. A segurança do clube interveio e ninguém se feriu.

 

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância e transformou a paixão em profissão. Além do futebol, se mantem por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhou como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo