Brasileirão Série A

Sem vencer em casa há seis jogos, Atlético-MG planeja estreia na Arena MRV

Já são dez jogos sem vitória para o Atlético-MG; estreia na Arena MRV ainda não tem data oficial

Com 10 jogos seguidos sem vencer no geral e seis sem vitórias como mandante, o Atlético-MG vive um momento conturbado na temporada. Um fator diferente que pode ajudar o clube a sair dessa é a Arena MRV, que deve ter seu primeiro jogo oficial ainda neste mês de agosto.

A última vitória do Atlético como mandante foi em 25 de maio, em jogo da fase de grupos da Copa Libertadores, contra o Athletico-PR. Desde então, foram seis jogos jogando em casa, com três empates e três derrotas. Para tentar mudar essa fase, o Galo prepara a inauguração oficial da Arena MRV, sua nova e permanente casa, mas a data ainda não está certa.

Quando o Atlético vai estrear na Arena MRV?

Os vereadores de Belo Horizonte devem votar favoravelmente nesta sexta-feira (4) pelo Projeto de Lei 623/2023, que concede autorização de funcionamento para arenas de mais de 30 mil lugares que ainda não terminaram as obras no seu entorno, ou seja, as contrapartidas. É o caso da Arena MRV, que deve assim ter seu funcionamento parcial liberado.

Com isso, são duas datas possíveis para a estreia oficial do Atlético no seu novo estádio, ambas pelo Campeonato Brasileiro. A primeira é no próximo dia 13, quando o time vai receber o Bahia. No entanto, é uma chance remota. Isso porque o Galo entende que não há tempo hábil suficiente para planejar toda a logística necessária.

Por conta disso, o Atlético vê como mais viável a estreia da Arena MRV acontecer dois fins de semana depois, quando o Galo recebe o Santos. A CBF ainda não destrinchou a tabela até essa rodada, então o jogo pode ser marcado para para o sábado (26), domingo (27) ou segunda (28).

Há cerca de um mês, o CEO do Galo, Bruno Muzzi, já havia comentado sobre a possibilidade do jogo ser contra o Santos. Ele também falou sobre a ideia de ser um jogo no horário de 21h, para ter um “alívio maior do trânsito”. Nesse caso, a partida contra o Peixe teria que acontecer no sábado. O duelo contra o Bahia está marcado para às 11h do domingo.

Vale lembrar que devem ser liberados “apenas” 30 mil torcedores para o jogo, número maior em relação ao último evento no estádio, o Lendas do Galo (20 mil), mas menor do que a capacidade máxima (46 mil). Isso porque a Arena MRV ainda não tem todas as garantias para ter seu funcionamento máximo.

+ LEIA MAIS: Ataques de Felipão em coletiva são tão ineficientes quanto os do Atlético em campo

Despedida do Atlético no Mineirão

Com a iminente inauguração da Arena MRV, o Atlético não deve mais voltar a atuar em outro estádio como mandante, só se algo muito fora do comum acontecer com seu novo estádio. Com isso, a derrota para o Palmeiras pode ter sido o último jogo do time podendo chamar o Mineirão de casa. O que seria uma despedida melancólica onde o Galo viveu muitas histórias.

No entanto, como a chance do jogo contra o Bahia ser na Arena MRV é remota, o Atlético deve ter uma última oportunidade de se despedir do Mineirão com uma vitória. Ao todo, segundo dados do próprio Galo, são 1640 jogos no estádio, sendo 961 vitórias, 395 empates e 283 derrotas, o que dá uma média de 66,6% de aproveitamento.

Despedida do Galo no Independência

Tendo, no máximo, mais um jogo como mandante antes de estrear a Arena MRV, o Atlético já teve sua despedida do Independência, mas não foi das melhores. O Galo foi derrotado pelo Flamengo no estádio no último sábado e encerrou assim sua história na casa do América-MG.

O Independência foi palco principal, por exemplo, da histórica campanha do Atlético na Libertadores de 2013, quando se sagrou campeão. A final foi no Mineirão por restrições de capacidade, mas o Indepa foi a casa do Galo durante todo o torneio, vendo a histórica defesa de Victor contra o Tijuana.

O estádio do Horto também foi palco na conquista da Copa do Brasil de 2014. O Atlético, mandante no primeiro jogo da final, optou por jogar contra o Cruzeiro no Independência, vencendo por 2 a 0. Ao todo, foram 718 jogos do alvinegro no estádio, com 434 vitórias, 147 empates e 137 derrotas, somando 67,2% de aproveitamento.

As despedidas do Atlético de Mineirão e Independência são apenas como mandante, já que o clube voltará aos estádios com frequência para enfrentar Cruzeiro e América, respectivamente, que seguirão mandando seus jogos nos estádios.

Foto de Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick

Alecsander Heinrick se formou em Jornalismo na PUC Minas em 2021. Antes da Trivela, passou por Esporte News Mundo, EstrelaBet e Hoje em Dia.
Botão Voltar ao topo