Ásia/Oceania

Nuno Espírito Santo deixa o circuito europeu e volta ao batente no Al Ittihad da Arábia Saudita

Será o primeiro trabalho do português de 48 anos desde a demissão no Tottenham no último mês de novembro

Quando Nuno Espírito Santo saiu do Wolverhampton, havia especulações de interesse de clubes do Oriente Médio, mas parecia inadequado para o status que o português construíra comandando um dos sete melhores times da Premier League em temporadas consecutivas. Mas após o fracasso no Tottenham, que se sugeria um passo à frente na sua carreira, é para o Al Ittihad, vice-campeão da Arábia Saudita, que o português vai.

A proposta financeira é ótima. Segundo a CNN de Portugal, € 4 milhões por ano, mais do que ele ganhava no Wolverhampton, por exemplo. Por outro lado, o retira momentaneamente do caminho que parecia estar trilhando no seu ótimo trabalho no estádio Molineux. Subiu à Premier League e conseguiu chegar duas vezes em sétimo lugar, sempre incomodando os clubes mais ricos.

Foi mal no Tottenham, mas sempre houve uma dissociação entre o que o clube anunciava que queria – um técnico que resgatasse o “DNA ofensivo” após a passagem de José Mourinho – e o que Nuno tem a oferecer. O seu estilo no Wolverhampton sempre foi baseado em um sistema defensivo forte e transições objetivas, jogos de poucos gols, um ataque mais eficiente do que avassalador. A situação do clube no geral não era boa e foi necessário contratar um técnico de outro patamar para recuperá-la.

O contrato com o Al Ittihad, que ficou a apenas dois pontos do campeão Al Hilal na última temporada do Campeonato Saudita, é de duas temporadas, o que não o impede de retornar ao circuito europeu em breve. Será o sexto clube da carreira do treinador de 48 anos, após Rio Ave, Valencia, Porto, Wolverhampton e Tottenham.

No Al Ittihad, Nuno treinará os brasileiros Romarinho, Bruno Henrique, Marcelo Grohe e Igor Coronado, além do português André André. Ele foi anunciado em um vídeo que destaca que “a maneira de buscar resultados” é mais importante que os resultados em si e promete que deixará os torcedores do clube saudita orgulhosos.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo