Copa da Ásia

Zebra? Iraque surpreende, vence o Japão por 2 x 1 na Copa da Ásia e quebra invencibilidade dos Samurais Azuis

Com a vitória, iraquianos garantem a classificação para a próxima fase da competição de forma antecipada

O Iraque venceu o Japão pelo placar de 2 x 1 pela 2ª rodada do Grupo D da Copa da Ásia e de quebra encerrou a invencibilidade dos Samurais Azuis, que perdurava há 11 jogos. Com dois gols de Hussein, ambos no primeiro tempo e de cabeça, o time iraquiano conseguiu abrir uma vantagem sólida e neutralizou o meio-campo do time japonês, que definitivamente não estava seus melhores dias na manhã desta sexta-feira.

Mesmo o gol de Endo, nos acréscimos, não deu a força o suficiente para o Japão conseguir o empate e amenizar o prejuízo do primeiro tempo. Com o resultado, o Iraque garantiu a sua classificação antecipada para a próxima fase e vai jogar tranquilo na última rodada diante do Vietnã. Já os Samurais Azuis vão para o confronto diante da Indonésia precisando da vitória para não ter que contar com os critérios de desempate para conseguir a classificação à 2ª fase da competição.

Iraque aproveita chances e abre dois de vantagem no 1º tempo

O primeiro tempo do encontro entre Iraque e Japão foi movimentado. Ao seu melhor estilo, o time japonês foi ao ataque, trocou passes, mas não tinha a profundidade suficiente para criar chances de perigo e dar trabalho ao goleiro Hassan, que pouco fez nos primeiros 45 minutos de jogo. Logo aos quatro minutos, o Iraque abriu o marcador após bola tomada no meio-campo e cruzamento feito da esquerda. O goleiro Suzuki do Japão espalmou para frente, na cabeça de Hussein, que só teve o trabalho de empurrar a bola para o fundo do gol.

Após fazer o seu gol, o Iraque se retraiu, deu a bola para o Japão e esperou pelo melhor momento para contra-atacar. Se fechando em duas linhas de quatro muito compactadas, o Iraque bloqueou o meio-campo japonês. Minamino pouco fez, assim como Kubo, que foi figura decorativa neste primeiro tempo. Errando muitos passes, o time japonês facilitou o trabalho defensivo do Iraque, que administrou sua vantagem e foi muito eficiente na frente.

Após se fechar durante todo o primeiro tempo, o Iraque foi ao ataque no final da primeira etapa e na primeira chance que teve, teve muita qualidade para jogar em velocidade e aumentar o marcador diante dos japoneses. Em nova jogada pela esquerda e após cruzamento na segunda trave, Hussein apareceu de novo para cabecear e ampliar o placar em favor dos iraquianos, fechando o placar da primeira etapa em 2 x 0.

Japão sucumbe perante trabalho tático perfeito do Iraque

Correndo atrás do prejuízo no segundo tempo, o Japão teve a sua primeira finalização com Ito aos cinco minutos. Após cobrança de falta pela direita, a zaga do Iraque afastou o perigo e no rebote, o jogador japonês pegou bonito de primeira, mas mandou pela linha de fundo.

Aos dez minutos, a pressão do Japão quase deu resultado após bela jogada de Ito, que teria como alvo o atacante Asano. O centroavante japonês foi tocado dentro da área e a arbitragem anotou pênalti. O VAR pediu a revisão do lance, que acabou sendo anulado.

Aos 22 minutos, o Iraque quase chegou ao seu terceiro gol em chute perigoso dentro da área que assustou o goleiro Suzuki. A partir dos 25 minutos de jogo, o Iraque se retraiu colocando mais dois jogadores de marcação e se fechou em um 5-4-1 sem a bola, neutralizando todas as ações ofensivas do Japão. Nos acréscimos, os Samurais conseguiram diminuir a vantagem com Wataru Endo após cobrança de escanteio pela esquerda.

O goleiro do Iraque saiu mal e o jogador japonês, com o gol vazio, mandou a bola para o fundo do gol. Mesmo com o gol marcado, o Japão não teve jornada feliz, foi ineficiente para tentar o empate e terá de corrigir os problemas a tempo do próximo confronto diante da Indonésia, pior seleção da chave.

 

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo