Ásia/Oceania

Al-Ittihad vence apertado e parece não ter gatilho para encarar de frente o Al-Hilal

Comandados de Marcelo Gallardo venceram pelo placar de 2 x 1 na tarde desta segunda-feira em Jeddah

O Al-Ittihad bateu o Al Wehda, de virada, pelo placar de 2 x 1 em confronto disputado no King Abdullah Sports City, em Jeddah, no encerramento da 21ª rodada da Saudi Pró League. Ighalo abriu o marcador para os visitantes na marca dos 35 minutos do primeiro tempo. Ainda na etapa inicial, Benzema teve a chance de empatar o jogo, mas acabou perdendo um pênalti após falta polêmica marcada dentro da área sobre Hamdallah. O francês teve um gol anulado minutos antes e passou em branco mais uma vez.

Em contrapartida, Hamdallah foi decisivo para a vitória dos Tigres na tarde desta segunda-feira. O marroquino deixou tudo igual aos 39 minutos do primeiro tempo, em cobrança de pênalti magistral aos 39 minutos da segunda etapa e marcou o gol da virada do Al-Ittihad aos 49 minutos, aproveitando sobra dentro da área. Com o resultado, o Al-Ittihad alcançou a marca dos 37 pontos ganhos e somou a sua segunda vitória consecutiva na Saudi Pró League.  Enquanto isso, o time do Al-Wehda estacionou nos 26, na 9ª colocação da competição.

A vitória do Al-Ittihad foi fundamental para manter o time focado em buscar por uma posição melhor dentro da competição, principalmente por conta do clássico diante do Al-Hilal na próxima rodada. Os times se enfrentam na próxima sexta-feira (1), às 14h, no gramado da Kingdom Arena.

Benzema perde pênalti e Al-Ittihad sai em desvantagem no primeiro tempo

O Al-Ittihad tratou de colocar as cartas na mesa logo no início do jogo. Zakaria Al Hawsawi, aos sete minutos, recebeu a bola na meia esquerda e mandou um chute forte rasteiro, à esquerda da meta do goleiro El Kajoui. Aos 17 minutos, Hamdallah brigou com a marcação na entrada da grande área, abriu para a perna direita, mas mandou por cima da meta do Al-Wehda.

Aos 31 minutos, o Al-Ittihad abriu a contagem com Benzema, mas o gol foi anulado pelo VAR. Após roubada de bola do brasileiro Fabinho, a bola sobrou para Romarinho, que rolou com açúcar para o francês marcar, mas na nascente da jogada a arbitragem de vídeo entendeu que houve falta e anulou o gol.

Quatro minutos depois, o Al-Wehda, que quase não tinha feito nada no jogo, inaugurou o marcador no King Abdullah Sports City. Após cobrança de falta ensaiada, o australiano Craig Goodwin levou a bola na linha de fundo e cruzou rasteiro, o nigeriano Ighalo estava bem colocando no meio da área e desviou para o fundo do barbante, abrindo de vez o placar.

Correndo atrás do prejuízo no jogo, o Al-Ittihad tentou o empate aos 40 minutos do primeiro tempo com Fabinho. O brasileiro aproveitou rebote em chute de Benzema e chutou de perna direita, mas mandou sobre a meta de El Kajoui. Hamdallah, nos acréscimos do primeiro tempo de jogo, teve mais uma chance de empatar o jogo. O marroquino recebeu do lado esquerdo da área e mandou uma bomba de perna esquerda, para boa defesa do goleiro El Kajoui.

O mesmo Hamdallah acabou disputando espaço com Ali Makki e foi ao chão. O marroquino caiu como se tivesse levado uma cotovelada e a arbitragem primeiramente não marcou nada. Porém, o VAR chamou novamente e após revisão da arbitragem marcou a penalidade máxima. Na cobrança, Benzema cobrou firme no canto esquerdo, mas o goleiro El Kajoui fez grande defesa, evitando o gol de empate.

Hamdallah descomplica o jogo para os Tigres e deixa tudo igual

Os primeiros 15 minutos do segundo tempo foram mais brigados no King Abdullah Sports City. A primeira boa  chance da etapa complementar veio somente aos 17 minutos com Ighalo, que recebeu no meio da área, mas acabou travado no momento da finalização. Um minuto mais tarde, Romarinho teve a chance de empatar o jogo para o Al-Ittihad. Benzema cruzou na área e o brasileiro acabou errando o cabeceio. De fora da área, o mesmo Romarinho teve mais uma chance de igualar placar aos 21 minutos, mas errou o alvo.

Pressionando muito para buscar o empate, o Al-Ittihad teve mais duas chances em sequência, uma com Hamdallah, aos 22, em chute de fora da área e outra com Al Ghamdi, em cabeceio desperdiçado aos 24 minutos. Fayçal Fajr respondeu para o Al-Wehda aos 27 minutos em chute de longa distância que o goleiro Al Maiouf fez grande defesa. Aos 35 minutos, os donos da casa finalmente chegaram ao gol de empate após pênalti marcado e revisado pelo VAR mais uma vez.

Na cobrança, Hamdallah esbanjou categoria e mandou a bola para o fundo do gol, deixando tudo igual em Jeddah. Mas o jogo ainda reservava muita emoção no seu final. Saad Al Mosa acabou sendo expulso direto após falta dura e deixou os Tigres com um jogador a menos. Mesmo com a desvantagem, os comandados de Marcelo Gallardo foram em busca da vitória e conseguiram o gol da virada na base da luta e da raça aos 49 minutos da etapa complementar.

Mais uma vez com Hamdallah, o cara do jogo, o Al-Ittihad chegou ao gol da vitória. O centroavante aproveitou sobra de bola no meio da área para vencer o goleiro Munir e fechar o placar em 2 x 1 em favor do time Aurinegro.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de Souza

Esse é Lucas de Souza, redator e repórter do Futebol na Veia e da Trivela. Jornalista especializado em Marketing digital é também narrador do Portal Futebol Interior e da RP2Marketing.
Botão Voltar ao topo