Sul-Americana

Jogo contra o Fortaleza definirá o que foi a temporada do Corinthians em 2023

A volta de jogadores decisivos é a esperança do torcedor corintiano para classificação em Fortaleza

Na última terça-feira (26), o Corinthians deixou a desejar no primeiro jogo da semifinal da Copa Sul-Americana contra o Fortaleza. O elenco foi recebido na Neo Química Arena com uma festa enorme, com direito a fogos, bandeirões e mosaico – um pedido feito pelo até então treinador do time Vanderlei Luxemburgo – mas, apesar de todo o clima quente da arquibancada, dentro do gramado as coisas foram bem mornas. 

Uma eventual vitória no jogo de volta, na próxima terça-feira (3), em Fortaleza, representa muito para Corinthians, não apenas no âmbito esportivo, mas também no cenário político do clube, que realizará suas eleições no dia 29 de novembro. As renovações de alguns jogadores estão atreladas diretamente à conquista (ou não) da vaga na final. O Corinthians não conquista um título desde 2019, quando ganhou o Campeonato Paulista. Depois disso, uma sequência de erros de planejamento marcaram a gestão de Duílio Monteiro Alves, e mesmo que tenha chegado a algumas decisões, o que se viu foi o Alvinegro patinando, sem levantar nenhum troféu. 

Essa foi a primeira vez na competição que o Timão não conseguiu abrir vantagem no primeiro jogo do mata-mata. Contra Universitário, Newell’s Old Boys e Estudiantes, o Corinthians levou na mala pelo menos um gol a frente dos adversários, e disputou a segunda partida jogando ao menos pelo empate. 

Tarefa no Castelão está longe de ser tranquila para o Corinthians

O placar de 1 a 1 na Neo Química Arena deixou tudo em aberto para a partida desta terça-feira (03), uma tarefa que não será fácil para nenhum das duas equipes. 

No Castelão, o Fortaleza já provou que não é brincadeira, e há pelo a menos quatro anos, a equipe se destaca no futebol brasileiro, desde que subiu da série B sob o comando de Rogério Ceni. Com Vojvoda à frente do banco de reservas, o Leão do Pici, busca sua primeira classificação para um final de competição continental, e os números recentes empolgam a torcida: nos últimos 20 jogos que disputou, o time só perdeu dois. 

Outro ponto importante no duelo é a festa da torcida tricolor, que sempre prepara um grande show nas arquibancadas. Segundo o Fortaleza, os ingressos para o jogo estão esgotados há pelo menos uma semana. 

Depois do jogo no Morumbi, Maycon, ressaltou a importância do jogo para o elenco e princialmente as dificuldades que o adversário apresentará para o Corinthians:

— É um jogo que é a nossa vida, temos que encarar desta forma, como o jogo do ano. É a chance de título que o clube tem. Já não andamos tão bem no Brasileiro e não podemos de encarar de outra forma, temos que encarar da maneira como tem que ser encarado. Claro que não vamos lá para nos expor toda hora, sabemos o que o adversário pode fazer, durante o primeiro jogo tivemos uma prova disso. Temos que ser inteligentes, saber jogar o jogo e se expor no momento certo.

Novo comando busca dar confiança ao elenco corintiano 

Mano Menezes chegou ao Corinthians na quinta-feira, e realizou apenas três treinos para tentar solucionar os problemas táticos apresentando pelo time nos últimos jogos. O treinador optou por trabalhar a equipe de maneira menos espaçada e buscando ter a posse de bola o maior tempo possível, pontos que fizeram o Timão sofrer nas últimas semanas.

No primeiro desafio do novo comando, o time perdeu por 2 a 1 para o São Paulo em pleno Morumbi. O placar foi considerado decepcionante, já que o time fez um bom início de segundo tempo, quando abriu o placar com Romero, mas mesmo apesar da derrota, Sinei Lobo, auxiliar de Mano que esteve à frente da equipe no banco de reservas em função de uma suspensão do atual técnico alvinegro, afirmou que é possível tirar lições do confronto.

– Sempre dá para tirar algo de bom. Não era o que a gente esperava, enfrentar um adversário forte desses, sempre lutamos pela vitória. Ficamos felizes com muitas coisas que aconteceram, especialmente no comportamento tático, na postura defensiva, em determinado momento com a posse de bola. Precisa melhorar? Precisa. Esse é o nosso objetivo – disse.

– Importante que eles saibam que vamos lá para buscar nosso objetivo e eles estão preparados. Vamos respeitar o Fortaleza, mas temos mais dois treinos. Esses que ficaram fora do clássico já treinaram numa condição melhor e vamos chegar forte. Respeitando o adversário. O torcedor pode ficar tranquilo, porque exigir é uma característica nossa – completou.

Volta de jogadores titulares pode ser a vantagem para o Corinthians 

Uma esperança para o torcedor corintiano que está ansioso para o jogo é a volta dos principais jogadores do elenco, que não estiveram em campo no Majestoso por suspensão ou opção de Sidnei Lobo.

Fagner, Gabriel Moscardo e Yuri Alberto estarão disponíveis para entrar em campo. A dúvida ainda é o paraguaio Matías Rojas, que ficou de fora no primeiro jogo por uma lesão na coxa esquerda, conforme informado pelo clube. Rojas já voltou aos treinamentos, e pode ser liberado pelo departamento médico para a partida decisiva. 

Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância, paixão que se tornou profissão. Além do futebol me mantenho por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhei como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo