Sul-Americana

Fortaleza vence o Corinthians e é finalista de uma competição continental pela primeira vez

Com Castelão lotado, Fortaleza aproveita festa da torcida e garante vaga na final da Copa Sul-Americana

Na noite desta terça-feira (3), o Castelão foi palco de mais um grande jogo, a começar pela festa das torcidas que teve início logo que os portões do estádio foram abertos. Ao todo, mais de 60 mil torcedores lotaram as arquibancadas para acompanhar a partida decisiva entre Corinthians e Fortaleza. 

E apesar de tentar segurar o Fortaleza durante todo o primeiro tempo, o Timão não teve muito o que fazer depois da volta do intervalo, quando o Leão do Picí acertou a pontaria e marcou dois gols rápidos para vencer por 2 a 0, garantindo vaga na final da Copa Sul-Americana.  

Com esse resultado, a torcida do Tricolor de Aço saiu do Castelão satisfeita com o desempenho do time e com a vaga na decisão no Uruguai. Já os mais de quatro mil corinthianos, que apoiaram o time mesmo depois do apito final, foram embora com a certeza de que esse time precisa de mais. 

Fortaleza carimba favoritismo da semifinal e é finalista da Sul-Americana 

Se há algo que os torcedores do Leão do Picí mereciam, era a classificação para coroar a incrível festa dentro do Castelão, com bandeiras, luzes e um mosaico que expressava exatamente o espírito das arquibancadas, dos jogadores e da comissão técnica: Um clube, um sonho.

Diante de sua torcida, o Fortaleza teve as melhores chances no primeiro tempo, parando apenas nas defesas do goleiro Cássio ou nos chutes que esbarravam na zaga Alvinegra. Apenas no primeiro tempo, foram 12 finalizações em direção ao gol do Corinthians.

No segundo tempo, o Timão não teve muitas opções, pois Pikachu e Tinga, este último após passar por Fábio Santos, conseguiram marcar gols e selar a classificação no placar agregado de 3 a 1.

Agora, a equipe continua em busca do título inédito para o Fortaleza, que nos últimos anos conseguiu se estruturar e competir em alto nível nos campeonatos em que participou. A classificação para a final da Sul-Americana coroa o trabalho de Marcelo Paz, presidente do Fortaleza, e do treinador Juan Pablo Vojvoda, que está à frente do time há três anos.

Apatia mais uma vez do Corinthians não assusta, o que surpreende é chegar até aqui 

Por mais dolorosa que tenha sido a eliminação para o torcedor corintiano, a realidade é que, apesar da possibilidade de conquistar o título, o desempenho em campo foi semelhante ao dos últimos jogos, assim como a apatia que já havia sido notada no Campeonato Brasileiro e nas semifinais da Copa do Brasil.

No entanto, a grande questão é como um time com uma média de idade elevada, problemas desde o início da temporada e mudanças de treinadores ao longo do ano conseguiu chegar às semifinais de um torneio continental?

Podemos apontar três fatores para responder a essa pergunta: a falta de pressão inicial para disputar a competição, que não era considerada uma prioridade; a utilização de jogadores jovens da base; e a sorte, que sorriu para o Corinthians no confronto das quartas de final contra o Estudiantes, da Argentina, quando o time adversário teve inúmeras oportunidades de finalização, mas conseguiu avançar nos pênaltis.

Não tem como ignorar o problema na lateral esquerda corintiana 

Um dos maiores problemas do Corinthians nos últimos jogos, independentemente de quem esteja como titular ou reserva, é a lateral esquerda. Tanto Fábio Santos quanto Matheus Bidu têm demonstrado dificuldades no posicionamento defensivo e nas investidas ao ataque.

Os questionamentos da torcida não dizem respeito à história de Fábio Santos no clube, que conquistou seis títulos com a camisa do Timão, incluindo a Libertadores e o Mundial de 2012. No entanto, não podemos mais ignorar que o lateral não possui as condições necessárias para atuar nessa posição e insistir nisso tem colocado o time em situações delicadas e vulneráveis, como nos confrontos contra o Grêmio pelo Brasileirão e o São Paulo pela Copa do Brasil.

No entanto, o clube parece estar em um impasse. O substituto imediato de Fábio, Matheus Bidu, não tem conseguido se firmar na posição. Desde sua chegada, Bidu participou de 29 jogos pelo Corinthians, marcando apenas um gol até o momento. Em uma partida contra o Fortaleza, pelo Brasileirão, Bidu falhou repetidamente, abrindo espaço para os gols do Leão do Picí.

Próximos jogos de Corinthians e Fortaleza 

Agora, o Corinthians encara dois jogos de grande importância no Campeonato Brasileiro. Primeiramente, enfrentará o Flamengo no próximo sábado, dia 07, na Neo Química Arena, em um confronto válido pela 26ª rodada. Em seguida, no dia 18 de outubro, terá o Fluminense como adversário, jogando no Maracanã. Atualmente, o Alvinegro ocupa a décima terceira colocação na tabela, somando 30 pontos.

Já o Fortaleza, que está na nona posição com 39 pontos, terá pela frente o América-MG no Castelão, em uma partida válida pelo Brasileirão, e depois enfrentará o Vasco em São Januário. Posteriormente, a equipe viajará para Punta del Leste, no Uruguai, para disputar a final contra LDU ou Defensa y Justicia no dia 28 de outubro.

Estatísticas de Fortaleza 2 x 0 Corinthians – Sul-Americana 2023 

  • Posse de bola: 42% x 58%
  • Finalizações (no gol): 19 (5) x 10 (3)
  • Passes certos: 199 (71%) x 331 (78%)
  • Gols: Yago Pikachu (49′) e Tinga (55′) – Fortaleza
Foto de Jade Gimenez

Jade Gimenez

Jornalista, fascinada por esporte desde a infância, paixão que se tornou profissão. Além do futebol me mantenho por dentro de outras modalidades desde Fórmula 1 até NFL. Trabalhei como repórter em TV e rádio cobrindo partidas de futebol, futsal e basquete.
Botão Voltar ao topo