Sul-Americana

Corinthians controla tensão e elimina Universitario em jogo com violência

Timão supera adversidades no Peru e avança às oitavas de final da Sul-Americana

O Corinthians controlou a tensão, usou o relógio e eliminou o Universitario em um jogo marcado pela violência no final. A vitória por 2 a 1 no Estádio Monumental U, na noite desta terça-feira (18), teve gols de Maycon e Ryan Gustavo e garantiu uma vaga nas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

Tudo correu bem até o minuto 93, quando o gol de Ryan Gustavo fez os jogadores do Universitario perderem a cabeça. Uma confusão sem motivo claro irrompeu no gramado, durou cerca de dez minutos e acabou com cinco expulsos – o próprio Ryan e também Matheus Araújo pelo Corinthians. Foi o ato final de uma semana de nervosismo e preocupação com a segurança em Lima, capital do Peru.

Corinthians usa a cabeça e controla Universitario

O Corinthians foi a Lima sem grandes intenções de atacar, mas concentrado principalmente em quebrar o ritmo do Universitario. Fez bons 15 minutos neste contexto, com um jogo completamente controlado, de temperatura baixa, em que o time da casa não conseguiu pressionar de forma nenhuma. As circunstâncias só mudaram porque o próprio Corinthians passou a errar movimentos simples.

As perdas de bola no meio-campo permitiram os únicos lances de perigo do Universitario no primeiro tempo: um em chegada na linha de fundo que Giuliano bloqueou; outro com passe em profundidade e saída de Carlos Miguel para abafar. Um outro erro, de Róger Guedes, obrigou Caetano a parar um contra-ataque e levar um cartão amarelo. Por outro lado, o adversário não conseguiu criar nada quando o Corinthians estava em posição e com seus cinco defensores em linha.

O segundo tempo ganhou um aspecto dramático com os gols. O Corinthians teve sete minutos de grande tranquilidade, entre abrir o placar e tomar o empate. Maycon fez 1 a 0 em um rebote após cruzamento preciso de Matheus Bidu e cabeceio de Róger Guedes; mas Flores empatou de pênalti após a bola bater no braço aberto de Guilherme Biro na área.

Foi daí até o final, por cerca de 20 minutos, que a torcida finalmente aumentou o volume, e o Universitario tentou abafar o Corinthians. O jogo ficou nervoso mais pelas condições do que propriamente por lances de perigo do time peruano, mas ainda teve alguma tensão na bola aérea desesperada do time peruano. Ryan Gustavo resolveu a classificação, mas o jogo só acabou depois de uma briga inexplicável em que a polícia precisou conter os jogadores do time da casa.

A postura do Corinthians foi bem equilibrada, considerando as circunstâncias do jogo. Prometia-se uma pressão quase insuportável em um estádio com 80 mil pessoas e contexto de animosidade após a prisão do preparador físico do Universitario, no Brasil, há uma semana. Apesar disso, o time reserva se portou bem e usou o relógio o máximo que conseguiu. “O público peruano é sempre muito gentil conosco, sempre muito gentil”, havia dito Luxemburgo antes da partida, talvez uma alfinetada no clima de guerra criado em Lima.

Corinthians avança para enfrentar argentinos

O próximo compromisso do Corinthians na Sul-Americana é contra o Newell’s Old Boys (ARG), que foi o líder do grupo na fase anterior e por isso não precisou jogar estes playoffs. Trata-se do atual 12º colocado da liga argentina, que venceu apenas um dos últimos 12 jogos que fez. Os jogos das oitavas de final serão nas duas primeiras semanas de agosto, com a ida na Neo Química Arena e a volta na cidade argentina de Rosario.

Restam sete brasileiros na Sul-Americana

O América-MG também se classificou às oitavas nesta terça, com goleada por 5 a 1 sobre o Colo-Colo (CHI), e vai enfrentar o Red Bull Bragantino nas oitavas. O Botafogo joga pelos playoffs nesta quarta-feira (19), quando defende vantagem de dois gols em casa contra o Patronato (ARG). Fortaleza, Goiás e São Paulo foram líderes de seus grupos e aguardam seus adversários.

Estatísticas de Universitario (PER) 1 x 2 Corinthians – Copa Sul-Americana 2023

  • Posse de bola: Universitario 55% x 45% Corinthians
  • Chutes: Universitario 16 x 7 Corinthians
  • Chutes a gol: Universitario 9 x 5 Corinthians
  • Gol: Corinthians – Maycon (69’) e Ryan Gustavo (92’); Universitario – Flores (76’)

Foto de Arthur Sandes

Arthur Sandes

Arthur Sandes é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e um dos vencedores do Troféu Aceesp em 2021, na categoria Matéria do Ano. Passou por Gazeta Esportiva, UOL e atualmente está na cobertura diária do Corinthians na Trivela.
Botão Voltar ao topo