Sul-Americana

Botafogo perde invencibilidade, é eliminado da Sul-Americana e vai, enfim, focar no Brasileiro

Botafogo volta a perder depois de 19 jogos e desperdiça oportunidade de seguir na briga por um título internacional

O Botafogo, enfim, parece que vai conseguir o que queria: focar totalmente no Campeonato Brasileiro. Mas o custo foi caro. Nesta quarta-feira (30), o Glorioso perdeu por 2 a 1 para o Defensa y Justicia, na Argentina, e foi eliminado nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Além disso, o time carioca ainda perdeu uma invencibilidade que já durava 19 jogos.

É claro que, publicamente, o Botafogo não confirmava que a prioridade do clube era o Campeonato Brasileiro, que o time lidera com uma tranquila folga de 11 pontos sobre o vice-líder. E também é óbvio que o time não queria ser eliminado da Copa Sul-Americana. Mas, pelas escalações e, principalmente, atuações da equipe na competição internacional, ficou claro que o interesse na Sul-Americana não era o mesmo do Brasileiro. E parte da torcida, infelizmente, parece ter comprado o mesmo discurso. Assim, o Botafogo desperdiça uma boa oportunidade de voltar a uma semifinal internacional depois de 30 anos e, agora, coloca um peso ainda maior no Brasileirão.

Como foi a derrota do Botafogo para o Defensa y Justicia

Diferente do primeiro jogo, quando entrou com apenas três jogadores considerados titulares no jogo realizado no Nilton Santos, dessa vez o técnico Bruno Lage colocou sete titulares logo entre os onze iniciais. No entanto, o que se viu em campo desde o começo da partida na Argentina foi um Botafogo lento, pouco organizado e, aparentemente, sem tanto interesse na partida – e na Sul-Americana.

O Defensa y Justicia dominou as ações do jogo no começo da partida, mas demorou para criar chances claras de gols. Mas, na primeira, o time argentino não desperdiçou. Aos 14′, Di Plácido falhou duas vezes no mesmo lance, Togni levou a bola para a linha de fundo e cruzou na medida para Nicolás Fernandez. O atacante cabeceou, a bola ainda bateu em Victor Cuesta e foi parar no fundo das redes.

Só depois de sofrer o gol o Botafogo passou a tentar sair mais para o jogo. Mas o time carioca tinha dificuldade de entrar na área e só assustou com chutes de fora ou na entrada da área, com Marçal, Lucas Fernandes e Marlon Freitas. No fim do primeiro tempo, o Defensa voltou a pressionar e Gatito Fernández fez duas boas defesas. E, quando o jogo parecia que ia para o intervalo com vantagem dos argentinos, Lucas Fernandes cobrou bem uma falta, a bola bateu na trave, na costas do goleiro Bologna e quicou perto da linha. Sant'Anna chegou a tirar, mas o VAR confirmou que bola entrou completamente e o Botafogo empatou a partida.

O Botafogo voltou melhor para o segundo tempo e o time buscou mais o jogo nos minutos iniciais. Mas as mexidas de Bruno Lage, tirando Marlon Freitas e Danilo Barbosa, fizeram o Glorioso perder o meio e o Defensa voltou a dominar o jogo e a chegar com perigo. E, aos 26′, o time argentino voltou a frente no placar após cruzamento de Soto pela esquerda. Nicolás Fernandez, de novo, aparece livre entre Cuesta e Marçal e manda para as redes, fazendo 2 a 1.

Em desvantagem, o Botafogo se lançou ao ataque, mas sem organização. Victor Cuesta quase virou atacante, enquanto Mateo Ponte também foi muito para a área, deixando espaços para o contra-ataque do Defensa. Ainda assim, o Glorioso só conseguiu assustar com mais uma finalização de fora da área de Gabriel Pires. Muito pouco para quem buscava, no mínimo, o empate. O Botafogo acabou derrotado, perdeu a invencibilidade e foi eliminado da Sul-Americana.

A sequência da Sul-Americana

Após eliminar o Botafogo, o Defensa y Justicia pode ter mais um brasileiro pela frente. Após a vitória nos equatorianos por 2 a 1 na última quinta (24), o São Paulo busca reverter a vantagem da LDU nesta quinta-feira (31), às 19h (horário de Brasília), no Morumbi.

Botafogo com foco total no Campeonato Brasileiro

Agora fora da Copa Sul-Americana, o Botafogo foca totalmente no Campeonato Brasileiro. Líder disparado da competição, com 11 pontos de vantagem sobre o Palmeiras, o Glorioso tem o clássico com o Flamengo, no próximo sábado, às 21h (horário de Brasília), pela 22ª rodada da competição.

Foto de Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues

Gabriel Rodrigues é jornalista formado pela UFF e soma passagens como repórter e editor do Lance!, Esporte News Mundo e Jogada10.
Botão Voltar ao topo