Libertadores

Fluminense tem 13 jogos até o fim do ano, mas apenas um importa

Final da Libertadores bate na porta e será divisor de águas no Fluminense

O Fluminense ainda tem mais 13 jogos pela frente em 2023, mas um deles é especial. O Tricolor disputará a final da Libertadores contra o Boca Juniors, em 4 de novembro (sábado), às 17h (de Brasília), no Maracanã, e a partida será um divisor de águas não só da temporada, mas da história do clube.

Depois de ficar com o vice-campeonato da competição em 2008, todos em Laranjeiras e no CT Carlos Castilho tratam a Libertadores como uma obsessão. E o clube nunca esteve tão perto de conquistar o sonho que parece impossível.

Quando subir ao gramado do Maracanã para enfrentar o gigante argentino, em 19 dias, o elenco atual pode mudar completamente a história do clube.

 

Um dos dois grandes brasileiros que ainda não conquistou a maior competição do continente, e sem títulos sul-americanos oficiais, o Fluminense certamente será um clube diferente no apito final. Por isso pouco importam, agora, os outros 12 compromissos que a equipe de Fernando Diniz terá pela frente, embora o discurso, claro, seja diferente publicamente.

Libertadores é grande objetivo do Fluminense no fim de 2023

Ninguém no Fluminense nega, entretanto, que a final da Libertadores é o grande objetivo do clube neste fim de 2023. Os cinco jogos que separam o Tricolor da decisão devem ser utilizados para dar ritmo para alguns jogadores, testar alternativas e também como descanso para parte do elenco.

A ideia do departamento de futebol é manter todos em 100% das capacidades físicas para a grande final. Por enquanto, Nino, que sofreu uma lesão na convocação para a Seleção, é o único que inspira cuidados. Recuperados de contusão, Ganso e Arias cumprirão um cronograma específico, bem como outros veteranos do elenco.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Nino Mota (@ninomotaf)

O Fluminense não tem suspensos para a final da Libertadores. O adversário Boca Juniors tem o desfalque de Marcos Rojo, capitão e líder da defesa. Ele foi expulso no jogo de volta da semifinal contra o Palmeiras. Além dele, Exequiel Zeballos, lesionado, também está fora.

Brasileirão só será importante se Fluminense não vencer Libertadores

Se o Fluminense estiver preocupado com o Brasileirão após 4 de novembro, a notícia não será boa. O Campeonato Brasileiro, que já foi prioridade do Tricolor em outros momentos, é visto apenas como uma chance de voltar à Libertadores.

O clube não jogou a toalha, mas sabe que está muito distante do líder Botafogo, que tem 14 pontos de distância para o Flu, hoje 7º colocado. Como o título da Libertadores além de tudo confere uma vaga para a próxima edição, o Tricolor, na melhor das hipóteses planejadas internamente, só cumprirá tabela na competição, sem pressão por resultados.

Caso não conquiste a taça da Libertadores, entretanto, o Fluminense ainda terá sete jogos para tentar uma classificação para a competição. Mas ninguém no clube quer pensar nisso até 4 de novembro.

Jogos do Fluminense até o fim de 2023

  • 19/10 – Fluminense x Corinthians
  • 22/10 – Bragantino x Fluminense
  • 25/10 – Fluminense x Goiás
  • 28/10 – Atlético-MG x Fluminense
  • 01/11 – Bahia x Fluminense
  • 04/11 – Boca Juniors x Fluminense
  • 08/11 – Internacional x Fluminense
  • 11/11 – Flamengo x Fluminense
  • 22/11 – Fluminense x Coritiba
  • 25/11 – Santos x Fluminense
  • 29/11 – Palmeiras x Fluminense
  • 03/12 – Fluminense x Grêmio
  • Ainda sem data – Fluminense x São Paulo*

*Jogo válido pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro 

Foto de Caio Blois

Caio Blois

Caio Blois nasceu no Rio de Janeiro (RJ) e se formou em Jornalismo na UFRJ em 2017. É pós-graduado em Comunicação e cursa mestrado em Gestão do Desporto na Universidade de Lisboa. Antes de escrever para Trivela, passou por O Globo, UOL, O Estado de S. Paulo, GE, ESPN Brasil e TNT Sports.
Botão Voltar ao topo