Copa América 2024

Fora ou dentro da roda? Como Dorival se comportou em disputas de pênalti antes da Seleção

Após polêmica na Copa América, Trivela resgata outras penalidades sob o comando de Dorival

Tão logo a seleção brasileira amargou a eliminação nas quartas de final da Copa América com derrota nos pênaltis para o Uruguai, uma imagem viralizou nas redes e trouxe junto uma enxurrada de críticas a Dorival Júnior.

A cena de Dorival Júnior fora da roda dos jogadores do Brasil e levantando o dedo para pedir a palavra antes das penalidades repercutiu na imprensa internacional como “uma das mais tristes”, conforme o jornal português Record.

E não foi um caso isolado. A Trivela reviu o comportamento do treinador em disputas de pênaltis anteriores em sua carreira.

Não há uma regra, mas o técnico já ficou fora da roda dos jogadores em outros momentos. E saiu com o título.

Dorival já ficou fora da roda de pênaltis e foi campeão

Dorival se viu envolvido em disputas de pênalti em seus últimos dois trabalhos antes de assumir a Seleção, pelo São Paulo e pelo Flamengo. Ele saiu vitorioso em duas delas e amargou uma eliminação.

A única vez em que o técnico participou da roda de jogadores foi na única derrota.

O treinador se posicionou ao centro e tomou a palavra para orientar e motivar os atletas antes da disputa das penalidades contra a LDU, pelas quartas de final da Sul-Americana. James errou a sua cobrança, e o Tricolor foi eliminado.

>Disputas de pênalti de Dorival por Flamengo e São Paulo

  • Flamengo 1 (6) x (5) 1 Corinthians — final da Copa do Brasil
    Dorival passou orientações ao goleiro Santos e conversou pontualmente alguns jogadores. Ficou fora da roda
  • São Paulo 1 (5) x 3 (3) Sport — oitavas de final da Copa do Brasil
    Dorival passou orientações pontuais aos jogadores. Apenas observou a roda dos atletas
  • São Paulo 1 (4) x (5) 0 LDU — quartas de final da Copa Sul-Americana
    Dorival passou orientações pontuais e estava no centro da roda motivando os jogadores

Antes naquele mesmo ano, o São Paulo decidiu a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil nos pênaltis contra o Sport. Dorival conversou pontualmente com alguns jogadores e apenas observou a roda de atletas — uma cena até semelhante à da Seleção. O Tricolor passou de fase e acabou campeão inédito.

Em 2022, o Flamengo de Dorival Júnior conquistou a Copa do Brasil com vitória nos pênaltis na grande final. Os jogadores do Rubro-Negro tiveram seu momento de concentração final sem a presença do treinador.

Dorival Júnior, então técnico do Flamengo, durante a partida entre Juventude e Flamengo, em Caxias do Sul, em 2022, pelo Campeonato Brasileiro
Dorival Júnior foi campeão nos pênaltis pelo Flamengo (Foto: ENIO BIANCHETTI/Photopress/Gazeta Press)
PHOTOPRESS/PHOTOPRESS

Dorival se defende

Na entrevista coletiva após a eliminação, Dorival já havia dado uma explicação sobre o motivo de ter ficado fora da roda dos jogadores. Nesta segunda-feira (8), ele voltou a se defender sobre o episódio durante uma entrevista à ESPN.

O treinador pediu respeito ao trabalho feito por ele e pela comissão técnica. Ele fez críticas as críticas “maldosas” que recebeu e também deu detalhes de como foram os momentos que antecederam as penalidades.

— Primeiro, lamentar que as pessoas façam avaliação de uma foto, colocação, gesto, atitude. Eu só peço respeito. Jornalismo tem que se ouvir os dois lados. Eu fui pego totalmente de surpresa.

Eu nunca participei de rodinhas porque não quero incomodar jogadores em momentos como esse. Caso eu sinta que o grupo esteja muito nervoso ou muito tranquilo, é natural que eu tenha que interferir, não foi o caso. Nunca participei de rodas, quero que o jogador se sinta confortável e lembre-se do que ele fez no treino

— Estava procurando o Alisson para conversar, o 4º árbitro havia me chamado, pedindo para que fizesse o corte de um atleta, já que o Uruguai havia perdido um jogador por expulsão. Eu não sabia o número do Arana para cortá-lo, então estava o procurando — Dorival Júnior, à ESPN.

Os próximos jogos da Seleção

Eliminado da Copa América, o Brasil só volta a campo em setembro, para a retomada das Eliminatórias da Copa do Mundo. A Seleção enfrentará o Equador no dia 5, em casa, e depois terá o Paraguai fora, no dia 10

Foto de Eduardo Deconto

Eduardo DecontoSetorista

Jornalista pela PUCRS, é setorista de Seleção e do São Paulo na Trivela desde 2023. Antes disso, trabalhou por uma década no Grupo RBS. Foi repórter do ge.globo por seis anos e do Esporte da RBS TV, por dois. Não acredite no hype.
Botão Voltar ao topo