Argentina

Uma coleção de vídeos com os recebimentos da rodada de clássicos na Argentina

Depois do final de semana cheio de clássicos, separamos os vídeos dos espetáculos dados pelas torcidas argentinas durante as entradas em campo

O final de semana na Argentina seria especial, com clássicos espalhados por todo o país. A rodada ficou devendo em gols, é verdade, com pouquíssima produtividade dos ataques. No entanto, os espetáculos das torcidas foram belíssimos. Diversos clubes tiveram seus shows nos famosos recebimentos. E o mais legal de se ressaltar é que o clima fantástico não se restringe à badalação do Boca Juniors x River Plate na Bombonera, obviamente. As rivalidades no interior costumam ser mais ferrenhas e mais pulsantes. É o que dá para se sentir no Rosario Central x Newell's Old Boys, no Colón x Unión ou no Talleres x Belgrano.

Mesmo na região da capital, muita coisa legal também aconteceu. O clássico de Avellaneda, inclusive, teve um recebimento que se espalhou pelos dois estádios – muito próximos um do outro. Enquanto os torcedores do Racing lotavam o Cilindro e ganhavam os céus com sua fumaça azul, também tinha gente no Estádio Ricardo Enrique Bochini / Libertadores de América para empurrar o Independiente. A fumaça vermelha coloriu o ambiente a poucos metros de distância. Também foi bonito ver o que aconteceu em San Lorenzo x Huracán, Estudiantes x Gimnasia e Belgrano x Lanús.

Abaixo, uma coleção de vídeos dos recebimentos. Há aqueles transmitidos pela televisão, os gravados nas arquibancadas e mesmo aqueles registrados em campo. Fica o destaque para o San Lorenzo, com imagens gravadas junto ao próprio time, que dão uma noção totalmente diferente. O momento do futebol argentino pode não ser o melhor e nem a Copa da Liga é tão relevante assim, mas as torcidas sempre comparecem.

Boca Juniors x River Plate

Racing x Independiente

Rosario Central x Newell's

Estudiantes x Gimnasia

Talleres x Belgrano

Colón x Unión

San Lorenzo x Huracán

Banfield x Lanús

Foto de Leandro Stein

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreveu na Trivela de abril de 2010 a novembro de 2023.
Botão Voltar ao topo