Alemanha

Thomas Müller anuncia (de novo) sua aposentadoria da seleção alemã

Nationalelf foi eliminada da Eurocopa pela Espanha, ainda nas quartas de final da competição

Mais um jogador da geração campeã do mundo em 2014 anunciou sua aposentadoria da seleção da Alemanha. Thomas Müller, mais uma vez, afirmou que não defenderá mais a Mannschaft enquanto profissional. 

O jogador já havia dado indícios de sua decisão após a eliminação da seleção alemã nas quartas de final da Eurocopa. No entanto, segundo o jornal Bild, está claro que o atacante encerrará seu período defendendo o país.

Logo após a derrota para a Espanha pelo placar de 2 a 1, Thomas Müller afirmou em entrevista que aquela partida seria a última de sua carreira enquanto jogador da Alemanha.

O jogador ainda afirmou que conversaria com o técnico Julian Nagelsmann sobre esta decisão, mas que seria impossível dar continuidade na Nationalelf.

— Falando de forma realista, é possível que este tenha sido o meu último jogo internacional. Depois vou me sentar com o treinador da seleção. Temos uma relação de muita confiança. Mas, como eu disse, é realisticamente possível — afirmou Müller após a eliminação na Eurocopa.

Com 34 anos, o atacante é um dos maiores símbolos da forte geração alemã que conquistou a última Copa do Mundo disputada no Brasil há dez anos.

Sua primeira convocação aconteceu em março de 2010, em um amistoso diante da Argentina. De lá para cá são 131 jogos pela Alemanha, com 45 gols marcados e 41 assistências.

Não é a primeira vez que Müller se “aposenta” da Alemanha

Apesar do título mundial em 2014, as duas Copas do Mundo seguintes foram verdadeiros fracassos para a seleção alemã.

Eliminada na primeira fase do torneio tanto em 2018, como em 2022, a saída precoce do Mundial do Catar abalou o sentimento de Thomas Müller. 

Na época, logo depois da vitória sobre a Costa Rica por 4 a 2, o atacante disse que jogar pela seleção foi um enorme prazer, agradecendo aos torcedores em um tom de despedida.

— Se foi meu último jogo, queria dizer aos torcedores que foi um enorme prazer vestir a camisa da seleção. Agradeço muito aos fãs, de todo o meu coração. Houve muitas coisas boas e também muitas dores. Mas o que posso dar a vocês agora é essa mensagem de agradecimento — destacou Müller após a eliminação da Alemanha em 2022.

Müller desolado após eliminação da Alemanha em 2022
Müller desolado após eliminação da Alemanha em 2022. Foto: Icon Sport

Em janeiro de 2023, o jogador reconsiderou sua decisão e voltou a defender a Alemanha. O atacante afirmou em entrevista que estava emocionado quando pensou em se aposentar pela primeira vez.

Na época, a seleção ainda era treinada por Hansi Flick, atual técnico do Barcelona. Uma conversa com o antigo técnico da Alemanha fez com que Müller retrocedesse, e se colocasse à disposição da seleção novamente.

— Estava emocionado depois da partida (contra a Costa Rica), foi um momento triste. Pensei nisso e troquei ideias com Hansi Flick. O objetivo é ter sucesso novamente. Enquanto eu for um jogador de futebol profissional, estarei sempre disponível na seleção nacional se eles precisarem de mim — disse o jogador em janeiro de 2023.

Foto de Lucas de Souza

Lucas de SouzaRedator

Lucas de Souza é jornalista formado pela Universidade São Judas em São Paulo. Possui especialização em Marketing Digital pela Digital House, e passagens pelos sites Futebol na Veia e Futebol Interior.
Botão Voltar ao topo