Alemanha

Negar Bayern de Munique e Liverpool foi um baita acerto de Xabi Alonso

Favorito para assumir Bayern de Munique ou Liverpool, Xabi Alonso decidiu ficar no Bayer Leverkusen em 2024/25

Já é praticamente abril, e o Bayer Leverkusen ainda não perdeu um jogo sequer nesta temporada. Não à toa, os Werkself estão na briga pela Copa da Alemanha, pela Liga Europa e pela Bundesliga, onde lideram com sobras e caminham rumo ao título inédito. E nada disso seria possível se não fosse por Xabi Alonso, que é o grande responsável pela campanha histórica de 2023/24.

A temporada fez o técnico chamar a atenção do mercado. Com as saídas de Thomas Tuchel e Jürgen Klopp já programadas para junho, o espanhol se tornou o favorito para assumir o Bayern de Munique ou Liverpool, respectivamente. Por mais que tenha entrado na mira de seus ex-clubes como jogador, Xabi surpreendeu todo mundo ao comunicar que vai permanecer no Leverkusen.

A decisão foi comunicada em entrevista coletiva na última sexta-feira (29), quando Xabi Alonso comunicou à imprensa que conversou com jogadores e dirigentes dos Werkself para deixar claro que não vai sair agora. Pode até parecer loucura, mas negar Bávaros e Reds foi um baita acerto do treinador espanhol. E a Trivela te explica porque permanecer no Bayer Leverkusen era a atitude mais racional.

Xabi Alonso não errou em ficar no Bayer Leverkusen

Com o “fico” garantido de Xabi Alonso no Bayer Leverkusen, Bayern e Liverpool terão que encontrar outras soluções para substituir Tuchel e Klopp. Muitos podem pensar que a escolha do espanhol foi errada, até porque, parece inimaginável dizer “não” para dois gigantes do futebol mundial. Mas a verdade é que o treinador não errou ao priorizar os Werkself.

Como o próprio Xabi disse, o Bayer é o “lugar certo” para ele. Os Werfself o contrataram em outubro de 2022 para se afastar da zona de rebaixamento da Bundesliga e, ao final de 2022/23, o espanhol ainda levou a equipe para a Europa League. Agora, em sua primeira temporada completa como técnico na Alemanha, ele está superando todas as expectativas.

Os torcedores, atletas e diretores do Bayer Leverkusen amam Xabi Alonso, e o sentimento é recíproco. Com o iminente título da Bundesliga, o treinador colocará seu nome na história dos Werkself. Mais do que isso, ele terá total liberdade para montar o elenco de 2024/25, com a Champions League sendo o principal objetivo. O espanhol também não deve perder seus principais jogadores, graças à estabilidade financeiras do time.

Ele ainda está no início da carreira

Aos 42 anos, Xabi Alonso ainda está no início da carreira na área técnica. Antes de chegar ao Leverkusen, o espanhol comandava as categorias de base do Real Madrid e, depois, o time B da Real Sociedad. O próprio treinador admite que ainda tem “muito o que provar e experienciar”. Vale reforçar que essa é a primeira temporada completa dele à frente de uma equipe profissional.

Talvez, uma mudança para o Bayern de Munique ou Liverpool seria um movimento precoce. Uma coisa é disputar uma Liga dos Campeões com os Werkself, com objetivos bem mais modestos – além de já conhecer todo o ambiente e estrutura. Outra é chegar nos Bávaros e nos Reds com um sarrafo bem alto, somado à adaptação e às cobranças de um time maior.

Isso não significa que Xabi não teria capacidade para isso. Muito pelo contrário, potencial é o que não falta para o espanhol. Mesmo assim, o técnico bateu na tecla de estar “feliz” no Bayer Leverkusen. Por que deixar um lugar onde é tão querido e vitorioso? A ida para um Bayern de Munique, Liverpool, Real Madrid, ou qualquer clube de ponta da Europa é inevitável. Mas ainda não parece ser o momento.

Foto de Matheus Cristianini

Matheus Cristianini

Formado em Jornalismo pela Unesp, é apaixonado por esportes, acima de tudo futebol. Ama escrever sobre o que acontece dentro e fora de campo. Após passar por Antenados no Futebol, Bolavip Brasil, Minha Torcida e Esportelândia, se juntou à equipe da Trivela com muita vontade de continuar crescendo.
Botão Voltar ao topo