Copa da Alemanha

Stuttgart mantém o embalo, despacha o Dortmund e avança com autoridade às quartas da Copa da Alemanha

Com mais um gol de Serhou Guirassy, o Stuttgart dominou o Borussia Dortmund e assegurou vaga nas quartas de final da Pokal

O Stuttgart segue fazendo uma grande temporada e provando que os resultados conquistados até aqui foram fruto de um bom trabalho. Nesta quarta-feira (6), a equipe comandada por Sebastian Hoeness dominou o Borussia Dortmund na Mercedes-Benz Arena, venceu por 2 a 0 e garantiu vaga nas quartas de final da Copa da Alemanha (a DFB-Pokal). Depois de controlarem o primeiro tempo, os Die Roten abriram o placar com o artilheiro Serhou Guirassy e sacramentaram o triunfo com Silas na segunda etapa.

Com o resultado, o Stuttgart alcançou sua quarta vitória consecutiva e a 13ª em 16 partidas na temporada. Além de ser um dos três clubes da primeira divisão alemã a chegar nas quartas da atual edição da Pokal, o time do sudoeste do país também aparece na terceira posição na Bundesliga, com cinco pontos a menos que o líder Bayer Leverkusen. Guirassy também atingiu marcar importantes, chegando a 18 gols em 13 aparições na temporada.

Já o Borussia Dortmund continua oscilando nas competições nacionais, apesar de estar classificado para as oitavas de final da Champions League. Eliminado da Copa da Alemanha, o time aurinegro está em quinto lugar na Bundesliga, dez pontos atrás do Leverkusen.

Stuttgart é melhor e resolve no segundo tempo

O Stuttgart dominou o primeiro tempo, tendo mais posse de bola e finalizando mais vezes. Mesmo assim, os donos da casa não conseguiram criar chances claras e pararam em Gregor Kobel nas duas vezes que acertaram o alvo. Na primeira, aos 23 minutos, o goleiro salvou a cabeçada de Enzo Millot de dentro da área após cruzamento de Chris Führich pela esquerda. Nos acréscimos, o arqueiro deu sorte que Atakan Karazor não pegou bem na bola ao receber passe rasteiro na área e bater de primeira, facilitando a defesa tranquila.

O Borussia Dortmund, por outro lado, entrou em campo determinado a apostar na velocidade de seus atacantes. Acontece que o Stuttgart deu pouquíssimo campo para os visitantes encontraram contra-ataques velozes. Sendo assim, a única chegada perigosa da equipe aurinegra na primeira etapa foi com Marcel Sabitzer, que recebeu na entrada da área após escapada rápida de Karim Adeyemi, tabelou com Jamie Bynoe-Gittens e carimbou o travessão ao chutar colocado de canhota.

Na segunda etapa, o Stuttgart manteve o controle, conseguiu ser mais direto ofensivamente e contou com o faro de artilheiro de seus atacantes. Logo aos nove minutos, Enzo Millot recebeu passe nas costas dos volantes do Dortmund, conduziu para a direita e encontrou Serhou Guirassy com liberdade dentro da área. O centroavante dominou de direita e finalizou de esquerda na saída de Kobel para abrir o placar.

A vantagem mandante no placar obrigou o Borussia Dortmund a sair mais para o jogo e, consequentemente, se expor mais. O Stuttgart aproveitou os espaços deixados e ampliou aos 31 minutos. O lateral Maximilian Mittelstädt fez grande jogada pela esquerda, fingindo que atacaria o corredor e depois indo para o meio para completar a tabela iniciada com Enzo Millot, e acertou a enfiada de bola para Silas, que mesmo com a marcação na sua cola conseguiu ser mais rápido, dominar e dar um leve toque de pé direito para vencer Kobel.

Na reta final, o Dortmund se lançou ao ataque desordenadamente e possibilitou que o Stuttgart tivesse pelo menos mais duas oportunidades claras para chegar ao terceiro gol. Os atacantes, no entanto, exageraram na voluntariedade e tomaram decisões equivocadas nos lances, errando passes em situações de quatro contra um. Com isso, o 2 a 0 permaneceu no marcador.

Foto de Felipe Novis

Felipe Novis

Felipe Novis nasceu em São Paulo (SP) e cursa jornalismo na Faculdade Cásper Líbero. Antes de escrever para a Trivela, passou pela Gazeta Esportiva.
Botão Voltar ao topo