Sem categoria

Wenger elogia “velocidade”, Pellegrini assume inferioridade

Após a vitória por 3 a 0 sobre o Villarreal, na partida de volta das quartas-de-final da Liga dos Campeões, que garantiu ao Arsenal a passagem às semifinais do torneio, o treinador da equipe, Arsène Wenger, elogiou o ritmo imposto pelo time alvirrubro nas jogadas de ataque, além de ter falado sobre o adversário das semifinais, o Manchester United.

Em entrevista coletiva após o jogo, Wenger afirmou: “Atacamos bem contra uma equipe que mantém a posse de bola. Usamos bem a bola, quando a tínhamos, e fomos bem na pressão aplicada [contra o Villarreal]. Fiquei impressionado, acima de tudo, com a qualidade e a velocidade de nosso jogo. Causamos problemas ao Villarreal exatamente onde eles não poderiam ter problemas: jogando pelas costas deles e mostrando um bom contra-ataque.”

Sobre a semifinal contra o United, Wenger disse: “Jogos entre Manchester e Arsenal são sempre empolgantes, ambos gostam de jogar para a frente. Atuar contra um time inglês pode ser difícil, pela qualidade das equipes, mas não pelo aspecto psicológico. Se você querir longe na Liga dos Campeões, você precisa jogar contra outro time. Mas, primeiro, quero curtir a classificação.”

Já o treinador do Villarreal, Manuel Pellegrini, reconheceu que o oponente mereceu a vitória: “Quando eles venciam por 1 a 0, ainda tínhamos uma chance, mas quando marcaram o segundo, ficou difícil de nos recuperarmos. Claro que estou chateado: obviamente, queríamos chegar às semifinais. Mas o Arsenal foi muito melhor. Sem dúvida, fomos eliminados por um time superior.”

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo