Sem categoria

Venezuela, incrível, arranca empate com o Paraguai

O Paraguai parecia estar com o jogo ganho quando fez 3 a 1 na Venezuela aos 39 minutos do segundo tempo. Só que a Venezuela foi valente, fez valer o equilíbrio de todo o jogo e, com dois gols no final do jogo, empataram por 3 a 3, pelo Grupo B da Copa América, em Salto.

No primeiro lance do jogo, Lucas Barrios fez um lindo drible dentro da área, tocou para trás e Estigarribia tentou o chute, mas foi travado.

Só que quem marcou primeiro foi a Venezuela. Aos quatro minutos, Ortigoza perdeu uma boal boba na intermediária, a Venezuela tomou a bola e Rondón soltou uma bomba de fora da área parar marcar um belo gol: 1 a 0.

Com o jogo a seu favor, a Venezuela tentava explorar contra ataques. E aos 30, teve uma grande chance de ampliar o placar para 2 a 0. Em uma jogada rápida, Alexander González recebeu passe açucarado e tinha tudo para marcar, mas chutou torto e mandou para fora.

Em um lance para lá de confuso, o Paraguai lançou a bola para dentro da área, um toque de cabeça que tocou na trave e o goleiro Renny Vega tirou, Cristian Riveros tocou para Darío Verón, que jogou para o meio, o zagueiro venezuelano não conseguiu tirar e Antolín Alcaraz encheu o pé, quase na risca da pequena área, para empatar. Um gol sofrido, mas que valeu o gol de empate.

Depois de sofrer o gol, a Venezuela chegou mais ao campo de ataque. Em duas jogadas, uma pela direita e outra pela esquerda, o time assustou os paraguaios. E no último lance do primeiro tempo, o meia Yohandry Orozco cobrou uma falta com muito perigo, mas a bola foi fora.

No segundo tempo, o Paraguai chegou à virada. Em cobrança de escanteio de Marcelo Estigarribia, Nelson Haedo Valdez tocou de cabeça, a bola tocou na zaga, o atacante chutou de esquerda, o goleiro defendeu e Lucas Barrios colocou o corpo na bola para marcar o 2 a 1 para a seleção guaraní.

O Paraguai chegou ao terceiro gol aos 40 minutos do segundo tempo. Aureliano Torres levantou a bola na primeira trave a Cristian Riveros se antecipou à defesa Venezuelana e tocou de cabeça para marcar o terceiro gol.

A seleção vinotinto conseguiu o empate. Arango tocou para Rondón, que brigou com a zaga e a bola foi espirrada, sobrando para Nicolás Fedor, que chutou cruzado para marcar. Parecia que seria apenas para descontar.

Dois minutos depois, em escanteio, Juan Arango cobrou o escanteio, o goleiro Renny Veja, que foi para a área, desviou de cabeça e o zagueiro Grenddy Perozo tocou para o gol para empatar um jogo incrível: 3 a 3.

Com isso, a Venezuela chegou a cinco pontos, deixando o Paraguai com três, depois de três empates.

Ficha técnica

Paraguai x Venezuela

Local: Estádio Padre Ernesto Martearena, em Salta (ARG)
Data: 13 de julho, quarta-feira
Cartões amarelos: Nelson Haedo Valdez (Paraguai), Grenddy Perozo, Giancarlo Maldonado (Venezuela)
Gols: Antolín Alcaraz aos 33’/1T, Lucas Barrios aos 17’/2T, Cristian Riveros aos 39’/2T (Paraguai) e Salomón Rondón aos 4’/1T, Nicolás Fedor aos 45’/2T, Greddy Perozo aos 47’/2T (Venezuela)

Paraguai
Justo Villar; Antolín Alcaraz, Darío Verón, Paulo da Silva e Aureliano Torres; Enrique Vera (Jonathan Santana aos 25'/2T), Cristian Riveros, Néstor Ortigoza e Marcelo Estigarribia (Víctor Cáceres aos 39’/2T); Lucas Barrios e Roque Santa Cruz (Nelson Haedo Valdez aos 42’/1T). Técnico: Gerardo Martino

Venezuela
Renny Vega; Roberto Rosales, Oswaldo Vizcarrondo, Grenddy Perozo e Gabriel Cichero; Alexander González (Giancarlo Maldonado aos 30’/2T), Giácomo di Giorgi, Tomás Rincón e Yohandry Orozco (Nicolás Fedor aos 21’/2T); Daniel Arismendi (Juan Arango aos 18’/2T) e Salomón Rondón. Técnico: César Farías

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo