Uma quase unanimidade no paredão

Era hora de se encaminhar a quinta eliminação de um participante no Vig Vrother Bárzea. O novo paredão vinha regado por muitas cervejinhas e caipirinhas da festa do sábado. Não adiantou nem mesmo os vrothers terem encarado uma outra balada na sexta, com direito a cantoria de Michel Telo, para emendarem outra farra, mesmo de ressaca. Afinal, a maioria deles tinha o que comemorar.

Mourinho tinha vencido o temível Levante de virada, espantando um de seus maiores fantasmas. Adriano pisou na jaca, entrou na linha por uma mísera semana e ainda assim disputará a Libertadores. Terry perdeu o rótulo de homem mais odiado da Inglaterra. Ibra e Balotelli ganharam folga e ainda viram Milan e Manchester City seguirem na liderança em seus países. Podia ser melhor?

A felicidade reinava na casa, menos em um cômodo: o quarto do líder. Tevez tinha recebido uma notícia que, embora parecesse positiva, pouco o agradou. Ainda havia esperanças de que jogasse com Roberto Mancini. O argentino precisaria fazer mais um bocado de caras feias (sem tanto esforço assim, é verdade) para ficar longe do Manchester City. E agora com riscos reais de novas multas. Era melhor ter ido falar francês de biquinho no PSG do que fazer biquinho no banco dos Citizens.

Na hora da votação, o anjo Fred decidiu por proteger Adriano, seu amigo de Copa e de copo. Tranquilo para Tevez, que já tinha seu alvo muito bem definido: o líder indicaria Carlos Alberto para o paredão. Justamente seu ex-colega de Corinthians? Sim. O argentino justificou contra o individualismo do predador tupiniquim na concentração corintiana. Sempre que uma garota nova invadia o hotel, o meia liderava um boicote aos argentinos, deixando Tevez na mão. Estava explicada também a vida de andarilho da CA.

Já na casa, pela primeira vez, houve uma unanimidade. Ou quase isso. Seis participantes mandaram para a berlinda José Mourinho. Já que ele encheria o bolso de grana com o título do Campeonato Espanhol, não precisaria do prêmio do VVB. A única exceção foi, obviamente, o próprio portuga. Ele indicou Ibrahimovic, por achar o sueco um concorrente direto – nas polêmicas em manchetes dos jornais, é claro.

E aí, quem será o próximo a sair do Vig Vrother Bárzea, Carlos Alberto ou José Mourinho? É você quem decide, basta apenas votar na home da Trivela. O resultado sai na terça-feira!

Observação: Não entendeu nada? Então clique aqui e conheça o regulamento e os participantes do Vig Vrother Bárzea, o primeiro unreality show do futebol mundial.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo