Sem categoria

Um intruso na elite européia?

Algoz do tradicional Ajax nos play-offs da Eredivisie 2007/8, o FC Twente carimbou vaga na preliminar da Champions League 2008/9 ao atropelar o gigante de Amsterdã e o NAC Breda no quadrangular que definiu o segundo representante da Holanda – além do campeão PSV – no prestigiado torneio europeu. Para contar o histórico feito dos ‘Tukkers’, o preparador físico da equipe, o brasileiro Alessandro Schoenmaker, relatou tudo à Trivela nas linhas abaixo.

Foi uma temporada incrível do FC Twente que culminou na classificação para a preliminar da badalada Champions League. O treinador Fred Rutten foi o grande diferencial?
Fred Rutten é um dos principais treinadores do futebol holandês. Taticamente é ótimo e também o seu trabalho psicológico com o grupo deve ser destacado. Durante a temporada, ele incentivava a disputa sadia dentro do “vestiário”. Com um grupo de 24 atletas, de diferentes nacionalidades, nenhum recebia mais ou menos atenção dele. Também a confiança dada a jogadores quase esquecidos no futebol holandês como Hersi, Denneboom e Elia foi muito importante. Rutten sempre destacava: “somos uma equipe difícil de ser batida”, sendo que dos grandes apenas uma partida (Feyenoord, fora de casa) foi perdida.

Teve algo de diferente na preparação para os play-offs? Como vocês conseguiram 'matar' o Ajax em dois jogos? Qual foi a ordem para os jogadores?
Não houve nenhuma preparação especial para última fase do campeonato. A partir do jogo fora de casa contra o AZ-Alkmaar (23/02) o time entrou num “flow” e não perdeu mais. Tanto tática como fisicamente a equipe foi destaque, tendo em todas as partidas a maior posse de bola e a menor média de gols tomados, quase chegando a tirar o título do PSV em sua própria casa. Importante destacar a volta do capitão Orlando Engelaar, dois jogos antes dos play-offs. Durante toda a temporada, o único lesionado do grupo.

Já está por dentro de alguma novidade na preparação do clube para disputar a preliminar da Champions League 2008/9? O que tem sido dito até o momento?
O clube esta na busca de um novo treinador para substituir Fred Rutten, que defenderá o Schalke-04, da Alemanha. Vários nomes tem sido citados: Morten Olsen, Steve McLaren, Michael Laudrup e Koster. O restante da comissão técnica permanece intacta, para dar prosseguimento ao trabalho das últimas duas temporadas. Em relação ao grupo de jogadores, a saída de Karil El Ahmadi foi preenchida com a chegada de Theo Janssen, do Vitesse.

A expansão do estádio de vocês ficará pronta ainda este ano? Como vai esse projeto?
O estádio atualmente está sendo reformado, passará a ter capacidade para receber 26 mil pessoas, e se tornará um dos mais modernos da Holanda, e se chamará Grolsh Veste. Esta expansão fez com que na fase decisiva dos play-offs o clube se deslocasse para Emmen. A previsão é de que em meados de agosto esteja pronto, e possa receber o jogo de volta da preliminar da Champions League.

A cidade está bastante envolvida com o sucesso do clube como nunca se viu antes?
A conquista de uma vaga para Champions League foi um feito histórico. Após a temporada passada de sucesso, e com a saída de grandes jogadores como Aissati, Bakkal, Touma e Kennedy, o clube focou-se em disputar os play-offs da Copa da Uefa. A conquista desta vaga foi um prêmio pela fantástica temporada. Após o jogo, em Enschede, milhares de torcedores estavam na Praça Grote Markt. A festa que se estendeu pela noite, foi ainda maior do que na conquista do título da Copa da Holanda, de 1991.

A adaptação do defensor Douglas, ex-Joinville, foi rápida? Tem potencial para fazer nome na Europa?
Douglas se adaptou rapidamente ao futebol holandês. Dentro de sete meses, se tornou uma peça chave dentro da equipe, e na reta final anulando Huntelaar, artilheiro da competição. Seus pontos fortes são sua força e velocidade, mas também sua inteligência tática. O Frank De Boer destacou-o como sendo um futuro Desailly.

Você vai continuar na próxima temporada ou tem outras propostas?
Assim como todo jogador, que treinador não sonha em disputar uma Champions League? Após três anos trabalhando no FC Utrecht, o FC Twente abriu suas portas para mim, sendo minha primeira equipe como responsável pela preparação física. Infelizmente o futebol holandês não tem tão grande destaque na mídia como o italiano ou espanhol. No momento me concentro apenas na próxima temporada aqui no FC Twente, após a conquista deste feito histórico, quero também dar prosseguimento ao meu trabalho. Quem sabe num futuro eu retorne a uma equipe brasileira, que também é um dos meus sonhos.
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo