Sem categoria

Treinador do Porto exalta vontade da equipe contra o Arsenal

Bastava um empate para o Porto se classificar para as oitavas-de-final da Liga dos Campeões. No entanto, os Dragões foram para cima do Arsenal, nesta quarta-feira, e por pouco não saíram com uma vitória. Para o treinador Jesualdo Ferreira, a vontade do time português serviu como prova de que nem passou pela cabeça de seus jogadores a idéia de segurar a igualdade, que classificou os dois times para a próxima fase do torneio.

“O jogo contra o Arsenal foi difícil de administrar, porque jogávamos em dois campos. Enfrentamos uma grande equipe, que tinha os mesmos objetivos que os nossos e isso não é uma situação vulgar. Ainda assim, durante os 90 minutos, o Porto foi o time que mais quis ganhar. Passamos com brilho e, acima de tudo, tivemos muito realismo no último jogo”, comemorou.

Em seguida, Ferreira fez um rápido balanço da trajetória do Porto até aqui na LC. “Estamos felizes porque foi um trajeto difícil, contra adversários de muito bom nível. Não começamos o torneio da melhor maneira possível e, numa competição curta, é sempre muito importante iniciar bem. No primeiro jogo frente ao CSKA, não tivemos sorte e faltou eficácia. Depois, a equipe subiu de rendimento e surgiram as vitórias”, apontou.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo