Sem categoria

Roma elimina Real Madrid no Bernabéu

A Liga dos Campeões termina para o Real Madrid nas oitavas-de-final pelo quarto ano consecutivo. O líder do Campeonato Espanhol foi derrotado por 2 a 1 pela Roma em pleno Santiago Bernabéu, nesta quarta-feira. Os giallorossi repetiram o placar do primeiro jogo e garantiram vaga nas quartas.

O Chelsea é outro time classificado para a próxima fase. Os Blues de Avram Grant fizeram 3 a 0 no Olympiacos, em Stamford Bridge, depois do empate sem gols na Grécia.

Bis romanista

O Real Madrid teve o controle das ações no primeiro tempo, mas encontrou dificuldades para criar lances de perigo. A melhor oportunidade foi em uma cobrança de falta de Júlio Baptista, aos 17 minutos. A bola desviou na barreira, obrigando Doni a se esticar para mandar para escanteio.

No minuto seguinte, a Roma chegou perto de abrir o placar. Alberto Aquilani arriscou um chute de longe e acertou a trave esquerda. Na seqüência, Aquilani bateu de perto da área e viu Iker Casillas fazer ótima defesa.

Logo no início da segunda parte, aos 4 minutos, o Real Madrid voltou a ameaçar em uma falta de Baptista. Desta vez, a bola tocou o travessão, com Doni já batido. A Roma teve boa oportunidade dois minutos depois, quando Simone Perrotta recebeu sozinho na área e esbarrou na saída de Casillas.

O técnico Bernd Schuster mexeu no Real Madrid aos 16 minutos, com a entrada de Royston Drenthe no lugar de Mahamadou Diarra. Logo em seguida, ele foi obrigado a fazer outra alteração: Míchel Salgado saiu contundido para a entrada de Miguel Torres.

Na Roma, Mirko Vucinic substituiu Mancini, e logo em seu primeiro lance, aos 21 minutos, poderia ter marcado. Max Tonetto desceu pela esquerda e cruzou para o atacante montenegrino, que acertou o travessão da entrada da área.

A tarefa do Real Madrid ficou mais difícil aos 26 minutos, quando Pepe cometeu falta em Vucinic perto da área e foi expulso com o segundo cartão amarelo. A Roma levou apenas dois minutos para aproveitar a vantagem numérica: Tonetto levantou para a área e o brasileiro Taddei, antecipando-se a Fabio Cannavaro, cabeceou sem chances para Casillas.

O time da casa empatou logo em seguida, aos 30 minutos. Robinho passou para Raúl – em posição irregular – aparecer sozinho diante de Doni e tocar para as redes com o pé direito.

O Real Madrid precisava do segundo gol para forçar a prorrogação, e o técnico romanista Luciano Spalletti colocou sangue novo na equipe com a entrada do chileno David Pizarro na vaga de Perrotta.

A cinco minutos do final, Schuster fez a última alteração madridista, com o atacante Roberto Soldado substituindo Baptista. Cicinho saiu para a entrada de Christian Panucci na Roma, e o lateral-direito ainda foi decisivo para o gol que matou o confronto. Já nos acréscimos, Panucci cobrou falta da intermediária e Vucinic marcou de cabeça.

Chelsea sem sustos

O Chelsea não teve problemas para bater o Olympiacos. Logo aos 5 minutos, Frank Lampard cruzou da esquerda e Michael Ballack – que nem havia sido inscrito na fase de grupos – cabeceou para fazer 1 a 0. A combinação funcionou novamente aos 25, com Lampard aproveitando o rebote do goleiro Antonios Nikopolidis após um chute do meia alemão.

Salomon Kalou definiu o resultado aos 3 minutos da segunda etapa, na seqüência de um escanteio cobrado por Lampard. Os Blues diminuíram o ritmo e o Olympiacos chegou perto de descontar com o argentino Fernando Belluschi, que acertou a trave.

Prorrogação em Portugal

O jogo entre Porto e Schalke 04 foi para a prorrogação. No tempo normal, Lisandro López marcou a quatro minutos do fim para dar a vitória por 1 a 0 ao time português, devolvendo o placar do jogo de ida.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo