Sem categoria

Real Madrid estreia com goleada: 5 a 2

Mais uma edição da fase de grupos da Liga dos Campeões começou nesta terça-feira. O Real Madrid, jogando todo de preto e sem patrocínio, visitou o Zürich e colocou em silêncio os que duvidavam dos “galácticos” de Florentino Pérez. Os merengues estrearam com o pé direito no campeonato, goleando por 5 a 2 fora de casa.

Quem ameaçou primeiro, porém, foi o Zürich. Aos nove minutos, houve a primeira chance dos donos da casa: após cobrança de escanteio, a bola passou pela área, foi desviada e Tihinen concluiu de calcanhar, mas Casillas estava atento e segurou a bola. Porém, um minuto depois, o Real Madrid respondeu. Kaká passou para Higuaín que chutou pela esquerda, e Leoni rebateu, o argentino tentou novamente, e o adversário mandou para escanteio.

O Real apostou no contra-ataque e em toques curtos e rápidos, mas a defesa do Zürich conseguiu fazer uma barreira contra a investida merengue. Apoiados pela torcida, os suíços mantiveram pressão e mostravam força contra os adversários, até a bola encontrar as redes pela primeira vez.

Com 21 minutos de jogo, o Real continuou em cima: Kaká avançou pela esquerda e, quase na linha de fundo, cruzou para dentro da área, mas Rochat cortou a bola que quase alcançou Cristiano Ronaldo, na cara do gol.

Depois de errar em outras cobranças de falta, aos 27 minutos, Cristiano Ronaldo assegurou o seu. Após jogada pela esquerda, o português veio para o meio e foi derrubado por Tihinen, que recebeu o cartão amarelo. Na cobrança, o atacante acertou o ângulo direito do goleiro do time suíço, e abriu o placar em Zurique.

Apenas seis minutos depois, Raúl ampliou a vantagem da equipe de Madri. O veterano recebeu cruzamento rasteiro pela esquerda de Higuaín, e completou para o fundo das redes. Depois da assistência, o argentino deixaria o seu, nos acréscimos antes do intervalo: após passe no meio de campo, Higuaín tabelou com Raúl, passou por Tihinen e entrou na área, para chutar cruzado e tirar qualquer chance de defesa para Leoni. Depois do apito do meio-tempo, não havia dúvidas de que o Real dominava em campo.

Mais gols no segundo tempo em Zurique

Os espanhóis voltaram com a mesma postura ofensiva sobre os suíços, que conseguiram impedir a goleada até então. Na metade da segunda etapa, veio a surpresa: em apenas dois minutos, o Zürich encostou nos merengues com dois gols.

Após um lance de perigo aos 16, em que Vonlanthen ajeitou e Djuric chutou para boa defesa de Casillas, com os pés, os donos da casa arrancaram um pênalti. O mesmo Vonlanthen lançou Alphonse, que entrou pela direita da grande área, e o goleiro do Real saiu para defender. O francês se jogou na área, mas os suíços arrancaram a penalidade, após muita pressão da torcida. Na cobrança, Margairaz chutou alto, no ângulo esquerdo de Casilla, que não alcançou a bola.

Não pararia por aí: Vonlanthen cobrou escanteio na esquerda, e Aegerter cabeceou, outra vez tirando o goleiro merengue: 3 a 2 para o Zürich em casa.

Mas, o Real Madrid confirmou sua superioridade aos 43 minutos, outra vez com o melhor do mundo: Cristiano Ronaldo cobrou bem outra falta. Nos acréscimos, com assistência de Kaká, Guti cobriu o goleiro adversário e selou o placar de 5 a 2 para os espanhóis.

Outros jogos

Olympique de Marselha x Milan

Entre Olympique de Marselha e Milan, a partida seguia equilibrada na primeira etapa, e as principais jogadas do clube italiano vinham com Pato e Inzaghi, enquanto Ronaldinho Gaúcho estava no banco. Aos 27 minutos, o resultado da escolha do técnico Leonardo: Pato fez boa jogada e tocou para Seedorf, que depois cruzou pela esquerda para Pippo Inzaghi empurrar para o gol e abrir o placar em Marselha.

Aos 35 minutos, o Olympique teve chance de igualar, em jogada que Taiwo que, de calcanhar, colocou no canto esquerdo, mas o goleiro Storari estava atento e defendeu. Depois do primeiro gol, os rossoneri cresceram na partida, e tiveram mais chances.

Mas, após o intervalo, quem veio pra cima foi o time da casa. Gabriel Heinze, aos cinco minutos da segunda etapa, cabeceou cobrança de falta de Cheyrou, e igualou para o OM. O gol animou a torcida e o time francês, que partiu para cima dos italianos, sufocando-os na defesa. Aos 14 minutos, Heinze quase marcou seu segundo após receber de Lucho González, mas o goleiro do Milan salvou outra vez.

Porém, a alegria italiana prevaleceria, outra vez com Inzaghi, que retomou a vantagem aos 29 minutos. Recebendo assistência outra vez de Seedorf, Pippo tirou Diarra da jogada, e anotou seu segundo, em jogo dominado pelos franceses.

Wolfsburg x CSKA Moscou

Na Alemanha, o Wolfsburg partiu pra cima do CSKA Moscou e colocou três atacantes em campo: Dzeko, Grafite e Martins. O esquema funcionou, na vitória por 3 a 1 da equipe da casa. Assim, o atual campeão alemão saiu na frente com o artilheiro da última Bundesliga, que aos 36 minutos recebeu na área e colocou a bola para dentro do gol de Akinfeev.

Pouco depois de marcar, o atacante brasileiro manteve a pressão e teve outra chance, mas chutou para fora. O esquema deu certo: aos 40 minutos, Grafite sofreu falta na área, e converteu a penalidade chutando no canto esquerdo do gol, ampliando a vantagem do time alemão.

Os russos conseguiram reagir aos 32 minutos, com gol de Alan Dzagoev, fazendo 2 a 1 para os alemães. Mas, o CSKA não conseguiu parar Grafite que, inspirado, fez o seu terceiro no jogo, aos 42 minutos, tornando-se o primeiro artilheiro da nova temporada da LC, com um hat-trick logo na estreia.

Chelsea x Porto

Em jogo com muita chuva em Stamford Bridge, a partida entre Chelsea e Porto ficou no 0 a 0 por todo o primeiro tempo, enquanto Essien e Malouda receberam cartões amarelos. Porém, logo aos três minutos da segunda etapa, Salomon Kalou armou jogada e tocou para que Nicolas Anelka chutasse. O goleiro Helton salvou, mas o francês aproveitou o rebote e chutou forte para as redes, abrindo placar para os londrinos: 1 a 0 Chelsea.

A equipe de Carlo Ancelotti passou a pressionar muito os portugueses, que dependiam das boas defesas de Helton. O Porto ainda teve um desfalque, no minuto final: Fernando recebeu o segundo amarelo, foi expulso, e agora está fora do próximo jogo contra o Atlético de Madrid.

Juventus x Bordeaux

A Juventus recebeu o Bordeaux na estreia da LC, e acabou empatando em 1 a 1. Iaquinta colocou a Juve na frente contra o campeão francês, aos 18 minutos do segundo tempo. A alegria durou pouco pois, aos 30 minutos, Jaroslav Plasil igualou para os franceses, e complicou a situação da Vecchia Signora no Grupo A.

Besiktas x Manchester United

Em Istambul, o Besiktas quase resistiu ao Manchester United, mas perdeu por 1 a 0 na estreia. Os turcos colocaram pressão sobre os ingleses, especialmente em lances com Rodrigo Tabata, que chegou perto de abrir o placar, em forte chute que o goleiro Ben Foster conseguiu defender no início do segundo tempo. O Besiktas cumpriu com o prometido pelo treinador Mustafa Denizli, e manteve jogo truncado e difícil para o time inglês.

Mas, o favoritismo prevaleceu, e Paul Scholes abriu o placar, em rebote de defesa do goleiro, aos 32 da segunda etapa, conseguindo a primeira vitória para os Red Devils.

Maccabi Haifa x Bayern Munique

Em Israel, Maccabi Haifa viu a derrota contra o Bayern de Munique, por 3 a 0. Van Buyten marcou o primeiro gol dos alemães, aos 19 minutos do segundo tempo. Franck Ribéry, porém, recebeu um cartão amarelo logo após o intervalo. Aos 40 minutos, o Bayern ampliou com Müller, que voltou a balançar as redes três minutos depois.

A única partida a terminar sem gols foi Atlético de Madrid e APOEL, na Espanha.

Confira todos os jogos desta terça-feira:

FC Zürich 2×5 Real Madrid
Atlético de Madrid 0x0 APOEL
Besiktas 0x1 Manchester United
Chelsea 1×0 Porto
Juventus 1×1 Bordeaux
Maccabi Haifa 0x3 Bayern Munique
Olympique de Marselha 1×2 Milan
Wolfsburg 3×1 CSKA Moscou

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo