Sem categoria

Qatar nega discussões sobre três tempos de 30 minutos

Os organizadores da Copa do Mundo de 2022 negaram que houve discussões sobre fazer as partidas serem jogadas em três tempos de 30 minutos se as temperaturas ficarem perigosamente altas no país.

Segundo divulgado, a medida seria tomada para evitar que as temperaturas altas pudessem prejudicar os jogadores. “Dividir os jogos da Copa do Mundo de 2022 no Qatar nunca foi discutido”, diz comunicado divulgado pelos organizadores.

“Todos os 64 jogos de 2022 serão jogados em estádios com resfriamento e com dois tempos de 45 minutos, como manda o regulamento”, diz ainda a nota.

Segundo o Qatar, os estádios são livres de carbono, ambientalmente corretos e manterão a tmperatura adequada para a prática do esporte, por volta de 24 ºC.

Michael Beavon, diretor da Arup Associates, que ajudou a desenvolver a tecnologia que irá resfriar os 12 estádios, disse em Londres na quarta-feira que as partidas poderiam ser dividias em três períodos se, por alguma razão, a temperatura chegasse a 32 ºC.

A Fifa negou na quarta-feira essa possibilidade e afirmou que os comentários “não tinham fundamento algum”.

O Qatar venceu a disputa para sediar a Copa do Mundo de 2022, vencendo as candidaturas da Austrália, Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos, em uma eleição muito polêmica pelo escândalo de compra de votos, que suspendeu dois membros do comitê executivo. Depois, levantaram-se suspeitas sobre suborno para que o país levasse a disputa.

A decisão contrariou um relatório técnico da Fifa, que afirmava que o verão do país era um risco para a saúde dos jogadores, torcedores e dirigentes e recomendaba precauções especiais.

A Fifa e o Qatar negaram a possibilidade de realizar a Copa do Mundo em janeiro ou fevereiro, meses de inverno no país asiático.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo