Sem categoria

PSV suporta pressão do Rangers e se classifica

O PSV continuou garantindo uma campanha honrosa dos holandeses na Liga Europa. Nesta quinta, jogando em Glasgow, a equipe de Eindhoven venceu o Rangers, por 1 a 0, e classificou-se para as quartas de final da Liga Europa. Com o Twente tendo eliminado o Zenit, é a primeira vez que dois times da Holanda alcançam as quartas de final de uma competição europeia desde 2006/07, quando o PSV esteve nas quartas da Liga dos Campeões, e o AZ, na mesma fase da Copa Uefa.

Aproveitando-se que o time escocês começara a partida na defesa, o PSV começou o jogo pressionando. E não demorou para abrir o placar. Aos 13 minutos do primeiro tempo, Wilfred Bouma lançou Bálazs Dzsudzsák em profundidade. E o húngaro cruzou rasteiro para Jeremain Lens escorar, marcando o primeiro gol do PSV em Glasgow.

Tendo o seu modo de jogo muito criticado pela torcida, somente no final da primeira etapa o Rangers começou a chegar ao ataque. Aos 40 minutos, Steven Whittaker cobrou falta, mas mandou a bola muito por cima. No instante seguinte, Kyle Bartley cruzou da esquerda, e Sasa Papac subiu para o cabeceio. Porém, Bouma afastou o perigo do PSV, tirando a bola da área, de cabeça.

No início do segundo tempo, o PSV quase marcou o segundo. Logo aos dois minutos, Lens dominou a bola e, da entrada da área, arriscou chute colocado, mandando a bola à direita do gol de Neil Alexander.

Entretanto, logo depois, o Rangers começaria uma forte pressão no ataque, em busca do empate. Aos sete minutos, Steven Naismith cruzou a bola para a área, mas Erik Pieters tirou. Os jogadores dos Gers reclamaram com o árbitro Robert Schörgenhofer, pedindo a marcação de um pênalti, por suposto domínio com a mão. A insistência trouxe mais uma ótima chance aos 16 minutos. Steven Whittaker ajeitou a bola de cabeça, e Maurice Edu dominou, chutando para a boa defesa de Andreas Isaksson.

E, aos 17 minutos, ocorreu o lance mais polêmico do jogo. Após cobrança de escanteio, Naismith cabeceou no travessão. Depois, Isaksson ainda rebateu, mas a sobra foi chutada para o gol. Atiba Hutchinson tirou em cima da linha, aparentemente com a mão, e o time escocês protestou contra o árbitro, pedindo novo pênalti.

No final do jogo, porém, o PSV voltou a aparecer no ataque. Aos 23 minutos, houve boa chance, com Ola Toivonen chutando colocado para boa defesa de Alexander. E, aos 38, Dzsudzsák mandou a bola na trave, em cobrança de falta. Assim, o PSV terminou o jogo bem. E garantido nas quartas de final.

Rangers 0x1 PSV

Local: Ibrox, em Glasgow
Data: 17/03, quinta-feira
Árbitro: Robert Schörgenhofer (Áustria)
Gols: Jeremain Lens aos 13'/1T (PSV)
Cartões amarelos: Madjid Bougherra (Rangers) e Orlando Engelaar (PSV)

Rangers
Neil Alexander, Richard Foster (David Healy aos 41'/2T), Madjid Bougherra, David Weir (Steven Naismith, no intervalo), Sasa Papac e Kyle Bartley; Steven Whittaker, Steven Davis, Maurice Edu e Gregg Wylde; Kyle Lafferty (El-Hadji Diouf aos 21'/2T). Técnico: Walter Smith

PSV
Andreas Isaksson, Abel Tamata, Marcelo, Wilfred Bouma e Erik Pieters; Orlando Engelaar e Atiba Hutchinson; Ola Toivonen; Jeremain Lens, Marcus Berg (Otman Bakkal aos 21'/2T) e Bálazs Dzsudzsák. Técnico: Fred Rutten

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo