Sem categoria

Órgão sucessor do G-14 é fundado na Europa

A Associação de Clubes Europeus (ECA) teve sua fundação ratificada nesta segunda-feira. O órgão foi criado após a decisão de extinguir o G14, que reunia 18 dos clubes mais tradicionais do continente. A ECA, que será reconhecida pela Uefa, terá 103 membros, representando as 53 federações filiadas à máxima entidade do futebol europeu.

A Uefa relutava em negociar com o G14 por considerá-lo elitista e defensor dos interesses de um número muito limitado de equipes. A criação do novo organismo é parte de um acordo firmado na última semana entre Fifa, Uefa e representantes dos clubes.

Os clubes fundadores da ECA são: Real Madrid e Barcelona (Espanha), Milan e Juventus (Itália), Lyon (França), Rangers (Escócia), Bayern de Munique (Alemanha), Manchester United e Inglaterra (Chelsea), Ajax (Holanda), Porto (Portugal), Olympiacos (Grécia), Anderlecht (Bélgica), Birkirkara (Malta), Dinamo Zagreb (Croácia) e Copenhagen (Dinamarca).

Karl-Heinz Rummenigge, do Bayern, é o primeiro presidente da entidade, com Joan Laporta, do Barcelona, na vice-presidência. Completam o conselho provisório Umberto Gandini, do Milan, Peter Kenyon, do Chelsea, Marteen Fontein, do Ajax, e Jean-Michel Aulas, do Lyon.

No final da temporada, haverá eleições para um novo conselho executivo, formado por onze membros. A ECA terá direito ainda a indicar metade dos membros do comitê de competições da Uefa.

A divisão de vagas por país na ECA será revista a cada dois anos, de acordo com o ranking de ligas nacionais da Uefa. As três primeiras colocadas terão cinco clubes cada; as três seguintes, quatro; da sétima à 15ª colocada, três clubes cada; da 16ª à 26ª colocada, dois; e as restantes, uma cada.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo