Sem categoria

Nos pênaltis, Uruguai elimina Argentina

Após uma emocionante batalha de 120 minutos, o Uruguai derrotou a Argentina por 5 a 4 nos pênaltis após empate no tempo normal por 1 a 1. Com o resultado, a celeste olímpica vai às semifinais da competição e enfrenta o Peru nesta terça-feira, em La Plata.

O Uruguai começou melhor a partida e abriu o placar logo aos oito minutos. Forlán cobrou falta na área na cabeça de Martín Cáceres, que testou para boa defesa de Romero. No rebote, Diego Pérez abriu o placar.

Os argentinos pareciam confusos em campo até que, aos 19 minutos, Messi fez grande jogada pelo lado direito e cruzou na cabeça de Gonzalo Hguaín, que empatou a partida.

Com a igualdade no placar, a Argentina buscou mais o jogo, sobretudo com Messi, que passou a criar boas jogadas pelo lado direito com frequência. Os uruguaios passaram a abusar das faltas e numa delas, aos 38 minutos, Diego Pérez tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso.

Após o intervalo, o jogo ficou mais truncado. A Argentina, com um homem a mais, tentava pressionar, mas esbarrava na boa marcação dos uruguaios, que às vezes até arriscavam contragolpes.

A partir dos 20 minutos, os uruguaios chegaram a adiantar a marcação e passaram a dominar o meio-campo, aproveitando a bela partida de Luis Suárez, que conseguia prender bem a bola no ataque e manter a posse de bola com a equipe celeste.

Os argentinos, porém, criaram poucas oportunidades com a bola rolando. Na mais importante delas, Higuaín girou para bela defesa de Muslera. Logo depois, Forlán tabelou com Suárez e, cara a cara com Romero, bateu para boa intervenção do goleiro argentino.

No fim do tempo normal, Javier Mascherano ainda foi expulso, deixando os dois times em igualdade numérica.

Ainda houve tempo para duas oportunidades. Os albicelestes perderam a chance de ampliar em cobrança de falta de Carlos Tevez, que desviou na barreira e foi defendida com os pés por Muslera, que ainda abafou o chute de Higuaín no rebote. Logo depois, Suárez fez belíssima jogada de linha de fundo e cruzou para Forlán, que cabeceou por cima.

Na prorrogação, os times começaram assustando menos. A principal oportunidade do primeiro tempo agonteceu aos 13 minutos com Higuaín, que recebeu de Zanetti e acertou a trave. Na segunda etapa, Messi tabelou com Tevez e foi travado pela defesa na hora do chute.

Nas cobranças de pênaltis, os uruguaios converteram todas, e Muslera saiu como herói ao defender o chute de Carlos Tevez.

Ficha técnica

Argentina (4) 1×1 (5) Uruguai
Local: Estádio Brigadier Estanislao López, em Santa Fé (ARG)
Cartões amarelos: Pablo Zabaleta, Gabriel Milito, Nicolás Burdisso, Javier Mascherano, Fernando Gago (Argentina), Diego Pérez, Álvaro González, Martín Cáceres (Uruguai)
Cartões vermelhos:
Gols: Gonzalo Higuaín aos 19´1T (Argentina), Diego Pérez aos 8´1T (Uruguai)

Argentina
Sergio Romero, Pablo Zabaleta, Gabriel Milito, Nicolás Burdisso e Javier Zanetti; Javier Mascherano, Fernando Gago (Lucas Biglia aos 7´1T da prorrogação), Ángel Di Maria (Javier Pastore aos 28´2T); Lionel Messi, Sergio Agüero (Carlos Tévez aos 39´2T) e Gonzalo Higuaín.
Técnico: Sergio Batista

Uruguai
Fernando Muslera, Maxi Pereira, Diego Lugano, Mauricio Victorino (Andrés Scotti aos 20´1T) e Martín Cáceres; Egidio Arévalo (Sebastián Eguren, aos 5´2T da prorrogação), Diego Pérez, Álvaro González e Álvaro Pereira (Walter Gargano, aos 5´2T da prorrogação); Diego Forlán e Luis Suárez.
Técnico: Óscar Tabárez
 

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo