Sem categoria

Marcos Paullo: “É inexplicável jogar ao lado de Henry e Rafa Márquez”

 

A cada ano que passa, a Major League Soccer contrata pelo menos uma grande estrela do futebol internacional. David Beckham já está lá há algum tempo, no Los Angeles Galaxy, e nos últimos tempos o New York Red Bulls tratou de se reforçar com grandes nomes também, como Thierry Henry e Rafa Márquez. E para este ano, contratou um brasileiro, desconhecido porém.

Aos 21 anos, o meia Marcos Paullo, revelado pelo Goiás e com passagem pelo Atlético Paranaense, tem a grande chance na carreira. E ele sabe que a experiência em atuar ao lado de estrelas internacionais pode lhe ajudar bastante. Confira o bate-papo.

Você surgiu nas divisões de base do Goiás. Como chegou até o clube?
Foi através de um tio, que tinha contato no Goiás. Ele marcou um teste para mim, eu fiz e passei. Fui para o Goiás aos 13 anos no infantil.

Depois do Goiás você teve uma passagem pelo Atlético Paranaense, como foi essa experiência?
Foi uma boa experiência, porque é uma grande equipe, com uma excelente estrutura, que te proporciona um bom desenvolvimento como jogador.

Agora você está nos Estados Unidos: como surgiu essa oportunidade?
Surgiu através do meu empresário, que tinha contato com eles. O New York Red Bulls estava precisando de um meia-atacante, um camisa 10, e ele me ofereceu. Viram um treino meu, gostaram e me contrataram.

E qual é o seu estilo de jogo?
Eu sou um jogador técnico, tenho bom drible e uma boa visão de jogo. Sou até rápido, ágil, mas acho que meu ponto forte é a bola parada e o chute de fora da área.

Como é jogar na MLS?
Então, não tive a oportunidade de jogar a MLS ainda porque a temporada começou agora, entao não sei muito, mas pelo que sei é uma boa liga de se jogar, um pouco levada pela força. Além disso, está crescendo muito com a chegada de grandes jogadores.

Como é jogar ao lado de Thierry Henry e Rafa Márquez?
Uma sensação inexplicável, porque são dois grandes jogadores internacionais. Só tinha os visto pela televisão, e agora estou jogando ao lado deles. É uma sensação muito boa.

Tem aprendido muito com eles?
Com certeza, são jogadores experientes, sabem como é o futebol internacional e busco aprender ao máximo com eles, escutar o que têm pra dizer, porque só vou ganhar ouvindo as orientações deles.

Já pediu autógrafo para eles?
Não, ainda não. (risos)

Como você vê a popularidade do futebol nos Estados Unidos. Houve alguma mudança depois que as grandes estrelas chegaram?
Aqui não é como no Brasil, mas está crescendo bastante com a chegada dessas estrelas. Nos jogos sempre temos casa cheia, muitos torcedores estão acompanhando agora o futebol. Tem bastantes brasileiros também, isso é bom, ajuda bastante. No mais, creio que vai crescer bastante a popularidade do futebol nos Estados Unidos a cada ano que passar.

Outras matérias deste colaborador no blog: brasileirosdabase.blogspot.com.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo