Sem categoria

Maradona: “Cada gol era uma punhalada no meu coração”

O treinador da seleção da Argentina, Diego Maradona, declarou sentir muito a derrota da Albiceleste por 6 a 1 para a Bolívia, em La Paz, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa de 2010. O revés foi a maior derrota da seleção em toda a sua história, igualando os 6 a 1 sofridos para a Tchecoslováquia, na Copa de 1958, além de ser a pior derrota argentina em Eliminatórias.

Na entrevista coletiva após o jogo, ainda no estádio, Maradona declarou: “Sofri com eles [torcida argentina]. Cada gol era uma punhalada em meu coração. Se antes do jogo imaginássemos que isso iria acontecer, teríamos pensado que era impossível.”

Evitando atribuir à altitude a razão da derrota, Maradona elogiou a atuação da Bolívia: “Temos de dar o mérito à Bolívia, que foi melhor do que nós em todas as partes do campo. Todos os ataques bolivianos terminaram em gol. A Bolívia jogou um bom futebol e não fizemos absolutamente nada do que vínhamos fazendo. Não há nada a dizer. Ganharam bem da gente e temos de começar tudo de novo.”

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo