Sem categoria

Liverpool goleia Benfica e está na semifinal da LE

Depois de perder o jogo em Portugal por 2 a 1 para o Benfica, o Liverpool se reabilitou no Anfield Road, fez 4 a 1, e está classificado para as semifinais da Liga Europa. Mas no começo da partida, parecia que quem precisava da vitória era o Benfica.

O time português dominou os primeiros 15 minutos, quando não deu chances para o Liverpool. Os Reds começaram a melhorar a partir do 16º minuto, com três cruzamentos seguidos e uma pequena pressão armada. O primeiro gol dos Reds saiu aos 26 minutos. Em cobrança de escanteio de Gerrard, Kuyt marcou de cabeça. O bandeira ainda anulou o gol, mas o árbitro Björn Kuipers assumiu a responsabilidade e apontou para o meio do campo.

Aos 33 minutos, Gerrard deu um belo passe para deixar Lucas na cara do gol. O brasileiro driblou Júlio César e empurrou para ampliar. Com 2 a 0 contra, o Benfica precisou partir para cima na tentativa de diminuir ainda na primeira etapa.

A melhor chance aconteceu aos 42 minutos. Depois de cruzamento para a área, a bola sobrou para Sidnei, que chutou cruzado, a bola bateu em dois jogadores do Liverpool e foi para escanteio.

O segundo tempo começou com o Benfica tentando partir para cima e o Liverpool explorando os contra-ataques. E foi assim que saiu o terceiro gols dos Reds. Mascherano começou o contra-ataque, tocou para Benayoun, que achou Kuyt na lateral direita. O holandês cruzou rasteiro para Fernando Torres, que só tocou para o gol.

O Benfica diminuiu aos 25 minutos, com Cardozo cobrando falta com muita força. Cinco minutos depois, em mais uma cobrança de falta de Cardozo, o Benfica quase marcou o gol que daria a classificação. Mas foi para fora, por pouco.

Só aos 36 minutos o Liverpool conseguiu acalmar a torcida. Fernando Torres ficou livre na frente do goleiro Moreira — que havia entrado no lugar de Júlio César — e deu um toque com classe para tirar o goleiro. O 4 a 1 dava maior tranquilidade ao time inglês, que vai enfrentar o Atlético de Madrid nas semifinais.

Atlético de Madrid se dá melhor no confronto espanhol

O Valencia foi o único time que não venceu jogando em casa no jogo de ida das quartas de final. E isso custou caro. O empate por 2 a 2 em Valencia favoreceu o Atlético de Madrid, que jogou em casa com a possibilidade até de empatar por 0 a 0 para seguir no torneio.

E foi isso o que os Colchoneros fizeram. Sem dar tantas chances para o Valencia marcar, o time de Madrid se satisfez com o empate sem gols e está classificado para disputar as semifinais do torneio continental diante do Liverpool.

Hamburg e Fulham fazem a outra semifinal

Se na Liga dos Campeões a Inglaterra não terá nenhum representante nas semifinais, na Liga Europa, dois times da Premier League ainda seguem na briga pelo título. Isso porque o Fulham, que já tinha vencido o Wolfsburg por 2 a 1 na primeira mão, ganhou mais uma vez.

Jogando na Alemanha, a equipe venceu os alemães por 1 a 0. Zamora marcou o único gol do jogo logo no primeiro minuto de partida. O atacante recebeu passe de Gera e chutou para marcar.

Enquanto o Wolfsburg foi eliminado, o outro time alemão na disputa, o Hamburg, foi até a Bélgica enfrentar o Standard Liège e conseguiu a classificação. O time alemão tem um estímulo a mais para a competição, já que a final da Liga Europa deste ano será realizada em seu estádio.

Petric abriu o placar aos 20 minutos em favor do time alemão. Aos 33 minutos, Igor de Camargo empatou para o time belga. Dois minutos depois, porém, mais uma vez Petric colocou o time alemão em vantagem. Na segunda etapa, Guerrero ainda marcou já nos acréscimos o terceiro gol do Hamburg e deu números finais ao jogo. 

Veja todos os resultados dessa quinta-feira pela Liga Europa

Wolfsburg 0 x 1 Fulham

Standard Liège 1 x 3 Hamburg

Atlético de Madrid 0 x 0 Valencia

Liverpool 4 x 1 Benfica

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo