Sem categoria

Justiça de Israel condena quatro por fraude de resultados

Uma corte israelense condenou um ex-árbitro, um ex-jogador e um treinador a três anos de cadeia pelo crime de acerto de resultados.

A corte de Tel Aviv considerou o ex-árbitro Bariq Tahsin pelo crime de conspiração e por receber propinas em três jogos que ele apitou em 2000.

Eli Cohen, técnico e ex-atleta do Hapoel Tel Aviv nos anos 80, foi condenado por ajudar a fraudar resultados em 11 partidas e também vai para a cadeia por três anos.

Avi Hudeda, jogador, também fi condenado mas a 2 anos e cinco meses. Um outro árbitro, Haim Mirovsky, foi condenado, mas só a trabalhos comunitários.

A investigação vinha desde 2003 e outras três pessoas já condenadas servem pena desde o ano passado.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo