Sem categoria

Internacional larga na frente na final da Libertadores

O Internacional saiu na frente na decisão da Libertadores. A equipe gaúcha não se importou com a pressão feita pela torcida presente no Morumbi nesta quarta e derrotou o São Paulo por 2 a 1. O nome do jogo foi o do atacante Rafael Sóbis, autor dos dois gols da equipe colorada.

A equipe gaúcha continua como uma espécie de ‘asa negra’ do São Paulo recentemente. O Tricolor completou seis jogos sem vencer o rival. No total, foram cinco derrotas e um empate. Para chegar ao inédito título do torneio, o Internacional precisa no mínimo de um empate no Beira Rio na próxima quarta. Já o São Paulo precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para conquistar o tetracampeonato. Vitória da equipe paulista por um gol levará o jogo para a prorrogação.

No primeiro tempo, prevaleceu o nervosismo. Logo aos nove minutos, o São Paulo perdeu Josué, expulso por dar uma cotovelada em Rafael Sóbis. Com um homem a mais, o Inter conseguiu tocar a bola com facilidade, envolvendo o meio-campo são-paulino. O time da casa apostava em jogadas de contra-ataque para ameaçar Clemer, mas a desorganização da equipe e a boa marcação do time gaúcho impediram grande parte das ações.

Aos 38 minutos, o Inter também ficou com dez jogadores. Fabinho deu um tapa na cabeça de Souza e recebeu o cartão vermelho. Porém, os visitantes sentiram menos a falta de um jogador em campo. Tanto que, na segunda etapa, eles aproveitaram as falhas de posicionamento defensivo do São Paulo para marcar.

Aos oito minutos, Rafael Sóbis recebeu, passou por Fabão e bateu cruzado para abrir o placar. O Inter ampliou oito minutos depois. Alex levantou da esquerda, Júnior tentou desviar e mandou a bola contra seu próprio travessão. Na sobra, Sóbis só teve o trabalho de empurrar para as redes. O atacante teve a chance de matar a partida quando recebeu livre na marca do pênalti. Porém, mandou a bola por cima.

A desvantagem acordou o São Paulo, que buscou a reação mais na base do desespero do que da qualidade técnica. Aos 30, Leandro desceu pela direita e cruzou para Edcarlos desviar de cabeça e diminuir. O gol motivou o Tricolor. Muricy Ramalho tentou deixar a equipe ainda mais ofensiva ao colocar Aloísio no lugar de Edcarlos. As chances aumentaram, mas Clemer tratou de esfriar os ânimos com boas defesas.

Nesta edição da Libertadores, o Inter ainda não perdeu no Beira Rio. Em seis partidas até aqui, o time gaúcho venceu cinco vezes e empatou uma.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo