Sem categoria

Guia da Copa Uefa 2008/09 – Grupo F

HAMBURG

Nome completo: Hamburger Sport-Verein
Site: www.hsv.de
Principais títulos: 1 Liga dos Campeões, 1 Supercopa Européia, 7 Campeonatos Alemães, 3 Copas da Alemanha
Técnico: Martin Jol
Principal jogador: Ivica Olic
Como chegou até aqui: Quarto colocado no último Campeonato Alemão. Eliminou o Unirea Urzicerni, na primeira fase.
Estádio: HSH Nordbank Arena (57.274 lugares)

O Hamburg não é apenas o favorito no grupo F, mas também está entre os principais postulantes ao título da Copa Uefa. Os Red Shorts começaram a temporada com tudo (lideravam a Budesliga até a sétima rodada). O principal trunfo do técnico Martin Jol é a flexibilidade do time que, em um mesmo jogo, pode variar de um esquema 4-2-3-1 para um 4-4-2 ou até um 4-3-3.

Os alemães, que terminaram o último campeonato nacional em quarto lugar, perderam o holandês Van der Vaart para o Real Madrid, mas foram às compras e trouxeram Jonathan Pitroipa, do Freiburg, e os selecionáveis brasileiros Alex Silva e Thiago Neves.

Para alcançar o maior objetivo da temporada, o Hamburg conta também com a vontade do atacante Ivica Olic. O croata não é conhecido pelo primor técnico, mas costuma compensar a falta de habilidade com muita disposição e energia, dando aos zagueiros momentos de dor de cabeça.

AJAX

Nome completo: Amsterdamsche Football Club Ajax
Site: www.ajax.nl
Principais títulos: 2 Mundiais de Clubes, 4 Ligas dos Campeões, 1 Copa Uefa, 1 Recopa Européia, 3 Supercopas Européias, 29 Campeonatos Holandeses, 17 Copas da Holanda
Técnico: Marco van Basten
Principal jogador: Klaas-Jan Huntelaar
Como chegou até aqui: Vice-campeão holandês. Eliminou o FK Borac, da Sérvia, na primeira fase.
Estádio: Amsterdam Arena (51.628 lugares)

O gigante holandês quer voltar a viver um grande momento e a conquista da Copa Uefa é uma boa oportunidade. Mas, para isso, será preciso superação. Mesmo com a chegada do técnico Marco van Basten, que dirigiu a seleção nacional, a equipe não começou bem a temporada (até a quinta rodada, era o décimo colocado).

O time de Amsterdam perdeu os veteranos Edgar Davids e Jaap Stam e ainda o selecionável John Heitinga, mas contratou Oleguer e os jovens Miralem Sulejmani e Ismail Aissati.

Jogando num tradicional 4-3-3 típico holandês, Van Basten confia no faro do artilheiro Klaas-Jan Huntelaar para passar a próxima fase da competição.

SLAVIA PRAGA

Nome completo: Sportovní Klub Slavia Praha
Site: www.slavia.cz
Principais títulos: 15 Campeonatos Tchecos e 17 Copas Nacionais.
Técnico: Karel Jarolim
Principal jogador: Dusan Svento
Como chegou até aqui: Campeão tcheco, foi eliminado da Liga dos Campeões pela Fiorentina. Venceu o FC Vaslui, da Romênia, na primeira fase da Copa Uefa.
Estádio: Stadion Eden (21.000)

A segunda maior equipe da República Tcheca foi eliminada nas preliminares da Liga dos Campeões pela Fiorentina e agora entra na Copa Uefa brigando, teoricamente, pela terceira vaga do grupo.

Para assegurar a classificação, o Slavia Praga contará com um reforço importante. O estádio Eden, fechado por oito anos por causa de uma reforma, já está pronto e volta a ser a casa dos Sesivani na temporada.

Além disso, o técnico Karel Jarolim, terá o eslovaco Dusan Svento, de volta ao time depois de um ano cheio de lesões. A velocidade é a principal arma do jovem de 23 anos.

ASTON VILLA

Nome completo: Aston Villa Football Club
Site: www.avfc.premiumtv.co.uk
Principais títulos: 1 Liga dos Campeões, 1 Supercopa Européia, 7 Campeonatos Ingleses, 7 Copas da Inglaterra, 5 Copas da Liga
Técnico: Martin O’Neill
Principal jogador: John Carew
Como chegou até aqui: Sexto colocado no Campeonato Inglês. Eliminou o FH Hafnarfjordur-ISL, na segunda eliminatória, e o Litex Lovech-BUL, na primeira fase.
Estádio: Villa Park (43.300)

O Aston Villa se reestruturou nos últimos dois anos, depois que Randy Lerner comprou o clube e contratou o técnico Martin O’Neill. O sexto lugar na última temporada chamou a atenção para a equipe, que perdeu o defensor sueco Olof Mellberg para a Juventus. Por outro lado, chegaram Steve Sidwell, James Milner e Luke Young.

Martin O’Neill gosta de escalar o Villa no tradicional 4-4-2. Para dar força ao esquema, o treinador conta com valente búlgaro Stilian Petrov, pela direita, e Luke Young, pela esquerda. No ataque, John Carew faz dupla com Agbonlahor e, por enquanto, vem dando resultados (até a oitava rodada, era o quinto colocado).

ZILINA

Nome completo: MSK Zilina Futbalový Klub
Site: www.mskzilina.sk
Principais títulos: 4 Campeonatos eslovacos
Técnico: Dusan Radolsky
Principal jogador: Dusan Pernis
Como chegou até aqui: Segundo colocado no último Campeonato Eslovaco. Eliminou o FC MTZ-RIPO, de Belarus, na primeira preliminar; o Slovan Liberec, da República Tcheca, na segunda preliminar; já na primeira fase, passou pelo Levski Sofia, da Bulgária.
Estádio: Pod Dubnom (11.000)

A equipe eslovaca é a maior vitoriosa do país nos últimos sete anos, quando venceu por quatro vezes o campeonato nacional. Na Copa Uefa, os eslovacos surpreenderam ao se classificarem para a fase de grupos. E não foi fácil. Após passar por duas eliminatórias, o time empatou, em casa, no jogo de ida da primeira fase contra o Levski Sofia, da Bulgária e o técnico Pavel Vrba pediu demissão. Dusan Radolsky assumiu a equipe, que venceu o jogo de volta.

A missão do time verde e amarelo no grupo F é praticamente impossível. O próprio site do clube faz uma enquete para saber qual equipe da chave o Zilina pode derrotar. Os Sosoni entram na competição como completos azarões.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo