Sem categoria

Giro: decisão na Ucrânia vai para a última rodada

UCRÂNIA
Um gols aos 44 minutos do segundo tempo impediu que o Shakhtar Donetsk comemorasse o título ucraniano desta temporada. O tento saiu na vitória do Dynamo Kiev, por 2 a 1, sobre o Vorskla Poltava. Assim, a equipe de Kiev se manteve na briga pelo título, com 70 pontos. Com um a mais está o Shakhtar, que neste domingo venceu o Kharkiv por 3 a 0, fora de casa.

RÚSSIA
O Rubin Kazan perdeu a segunda na Premier Liga russa. Fora de casa, foi derrotado pelo Spartak Nalchik por 2 a 0. Mesmo assim se mantém na ponta com 24 pontos em dez jogos. O CSKA Moscou segue em recuperação, e neste final de semana venceu o Khimki por 4 a 3, com um gol de pênalti, convertido por Dudu Cearense, no último minuto. O Zenit St. Petersburg teve, mais uma vez, seu jogo adiado devido à final da Copa Uefa no próximo dia 14.

ESCÓCIA
O Glasgow Rangers segue sua incansável caçada ao Celtic na liderança da Premier League escocesa. Neste final de semana, pela fase final, a equipe venceu o Motherwell por 1 a 0 e agora está com 82 pontos, quatro atrás do Celtic, mas com duas partidas a menos. O Celtic também ganhou: 2 a 0 no Hibernian, e agora tem somente mais um compromisso na competição. Na luta contra o descenso, o Kilmarnock respirou com a vitória por 2 a 0 sobre o Hearts.

BÉLGICA
A última rodada da Jupiler League não teve emoção alguma, já que tudo estava definido previamente – do campeão e classificados para as competições européias aos rebaixados. O campeão Standard venceu fora de casa o Racing Genk e terminou com 77 pontos a competição, sete à frente do Anderlecht, que também encerrou sua participação com triunfo: 2 a 1 no Mons-Bergen. O Club Brugge acabou em terceiro e com a vaga na Copa Uefa. St. Trond e Brussels foram rebaixados.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo