Sem categoria

Futuro de Tabárez no comando da Celeste é incerto

Apesar de ter classificado o Uruguai para as semifinais da Copa do Mundo após 40 anos, o técnico Oscar Tabárez ainda não sabe se continuará no comando da Celeste. “Tenho evitado este assunto, porque não depende só de mim”.

Em entrevista coletiva após a derrota para a Holanda por 3 a 2 na terça-feira, Tabárez disse que a decisão de permanecer no cargo não depende apenas dele. “Não posso dizer se sou candidato, porque não depende só de mim. Temos de esperar o próximo passo para ver algumas condições serem cumpridas. Vejo formas de melhorar a seleção e tudo depende disso”.

Sobre a derrota para a Oranje, o treinador uruguaio reclamou de impedimento no segundo gol da seleção europeia, mas admitiu que a Holanda foi melhor no jogo. “O oponente foi melhor no que diz respeito a marcar gols”. “Estamos tristes, porque, mesmo sem ninguém acreditar em nós, tínhamos uma chance”, completou o técnico.

Questionado sobre o motivo de ter tirado Diego Forlán no fim da partida, Tabárez falou que o atacante estava com problemas físicos. “Não sou bobo de tirá-lo no momento em que estamos perdendo de 3 a 1, mas com a partida aberta. Ele estava machucado e não podia continuar em campo”.

O Uruguai disputará o terceiro lugar da Copa do Mundo no próximo sábado, diante do perdedor entre Alemanha e Espanha, que se enfrentam nesta quarta-feira.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo