Sem categoria

Fifa mediará reunião para resolver polêmica no Chipre

Nesta quinta-feira, a Fifa mediará um encontro para tentar resolver as diferenças entre as duas federações existentes no Chipre. A entidade receberá dirigentes dos dois lados para, enfim, buscar o fim das discussões que já duram mais de 50 anos.

Além da federação oficial, reconhecida pela Fifa, há também a entidade que representa o Chipre do Norte, formada pela porção turca da ilha. Os times dessa região participaram da fundação da federação cipriota em 1934, mas se retiraram da liga unificada em 1955 devido aos crescentes conflitos entre os lados grego e turco do país.

Como o Chipre do Norte é reconhecido apenas pela Turquia, tanto times como jogadores desta área ficam restritos à disputa de torneios locais. “Vamos nos esforçar ao máximo para ver essa questão resolvida. Não somos tão irracionais ao ponto de achar que o futebol seja capaz de resolver tudo, pacificar ou destruir o racismo, mas há milhares de exemplos nos quais o futebol teve seu papel, como a aceitação de jogadores árabes e palestinos na seleção de Israel. Nosso objetivo global é o de promover o futebol em todo o mundo, e os jogadores do Chipre do Norte sofrem por não poderem atuar além de sua região, embora tnham uma liga forte”, afirmou Jérôme Champagne, diretor de relações internacionais da Fifa, em entrevista à agência de notícias Reuters.

No entanto, para encerrar de vez a polêmica, o Chipre do Norte obrigatoriamente terá que se juntar à federação cipriota. O reconhecimento de uma federação própria esbarra em um regulamento da Fifa. A entidade só reconhece associações que representem um estado independente, reconhecido pela comunidade internacional. Em outras ocasiões, o Chipre do Norte rejeitou propostas parecidas.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo